Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A saxofonista Sílvia Ribeiro Ferreira lança disco e dá concerto em Paris

A saxofonista Sílvia Ribeiro Ferreira estará em concerto no dia 25 de setembro, às 20h30, na célebre sala do 20° bairro de Paris, Studio de L’Ermitage.

O concerto está inserido no Festival Ermi’Jazz, organizado pela editora Laborie Jazz, de 24 a 28 de setembro, e conta com nomes promissores da nova geração deste estilo musical, como a baterista Anne Paceo – que acompanhou há poucos dias de forma notória a ilustre organista Rhoda Scott no Festival Jazz à la Villette – o trompetista Itamar Borochov, a cantora Leïla Martial, o guitarrista Benjamin Bobenrieth ou ainda o baixista de 22 anos, Cassius Lambert, um músico prodígio no seu país natal, a Suécia, mas ainda desconhecido em França.

Os concertos serão transmitidos em direto na rádio France Musique, nos programas Open Jazz a partir das 18h00 de Alex Dutilh, e Banzzaï a partir das 19h00 de Nathalie Piolé.

Sílvia Ribeiro Ferreira irá apresentar o seu recente álbum estreado em setembro e que se intitula “Luziades” em referência às suas origens portuguesas. O álbum é fruto de uma fusão entre Jazz, música tradicional e improvisações electro.

A saxofonista iniciou a sua formação clássica no Conservatório de Limoges e muito rapidamente, devido à sua aptidão e mestria do instrumento, participa em estágios de aperfeiçoamento e entra no mundo do Jazz, das músicas improvisadas, da música contemporânea e do “Soundpainting”. Graças ao seu trabalho multifacetado em diferentes formações musicais da região ganha notoriedade. Entretanto dá aulas de música e passa também à composição.

No seu primeiro albúm “Luziades”, Sílvia Ribeiro Ferreira compõe a maioria das músicas onde se denotam as suas raízes portuguesas com títulos como “Amália” ou “Exílio”, para além disso a saxofonista apresenta versões dos clássicos “Laurindinha” e “Canção do Mar”. A artista é acompanhada por um quarteto de músicos: Sébastien Barrier nas teclas e efeitos, Xavier Parlant na bateria, Clément Denis no baixo e Sébastien Farge no acordeão.

O Studio de l’Ermitage é um local atípico situado na parte alta do bairro de Ménilmontant. No início do século passado, este espaço abrigava a fábrica de bolachas Brun. O local conservou até hoje a beleza bruta desse passado industrial com um rés-do-chão de 200 m2 e uma mezzanina de 100m2 que borda os três lados do espaço. Foi no início dos anos 2000 que o Studio l’Ermitage se transformou numa sala de concerto. O Jazz e as músicas do mundo são os estilos privilegiados na programação da sala que conta com uma atividade intensa de mais de cinco concertos por semana durante todo o ano. A sala possui ainda um bar que permite aproveitar do concerto e beber um copo.

 

Studio de l’Ermitage

8 rue de l’Ermitage

75020 Paris

www.studio-ermitage.com

www.laboriejazz.fr/albums/silvia-ribeiro-ferreira-luziades

 

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 6 Votos
7.7
X