Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Comunidade

 

Um cidadão francês foi detido e outros 25 identificados numa intervenção da PSP realizada no Bairro Alto, em Lisboa, na véspera do jogo de futebol da Liga dos Campeões entre Benfica e Paris Saint-Germain.

Em comunicado, a PSP refere que levou a cabo uma operação especial desde a véspera do jogo, realizado na quarta-feira, no Estádio da Luz, até à hora da partida dos adeptos visitantes, nos locais onde se estiveram mais concentrados.

Segundo adianta a PSP na nota, na véspera do jogo, na zona do Bairro Alto, quando os polícias se encontravam a auxiliar um adepto do clube francês agredido momentos antes, este acabou por agredir um polícia e fugir para junto de um grupo de cerca de 40 adeptos.

Tal atitude, lê-se no comunicado, obrigou a uma “vaga de dispersão e à utilização de meios coercivos de baixa potencialidade letal para a detenção do indivíduo e para fazer cessar os comportamentos agressivos e violentos dirigidos aos polícias”.

Já no dia do jogo, na saída do metro do Colégio Militar, quando as autoridades realizavam uma linha policial para manter distanciados os adeptos de ambos os clubes, cerca de 150 adeptos franceses tentaram ultrapassar o perímetro policial na direção dos restantes adeptos.

A PSP refere ter sido feita “intervenção com o uso da força” para evitar confrontos e encaminhar os adeptos do PSG para a Avenida do Colégio Militar, em direção ao estádio.

De acordo com o comunicado, foram ainda elaborados na área do estádio, dois autos de notícia por agressão, um auto por burla, um por utilização de artefacto pirotécnico, um por operação de ‘drone’ sem autorização e um outro por invasão de recinto desportivo.

Na operação estiveram envolvidas várias valências da PSP, nomeadamente de intervenção rápida, ‘spotters’, trânsito, segurança em transportes públicos, segurança aeroportuária, investigação criminal, equipas de prevenção e reação imediata e com o reforço da Unidade Especial de Polícia, nomeadamente do Corpo de Intervenção e Grupo Operacional Cinotécnico.

 

Donativos LusoJornal

 

X