Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Crónica de Jéssica Ferreira – Jogadora do Clermont Andebol

Neste fim-de-semana, os quatro primeiros classificados jogaram entre si. Previam-se dois jogos interessantes para as contas do campeonato de andebol feminino. De um lado, defrontávamos uma equipa que tínhamos ganho por 20 bolas em casa, la Motte Servolex. Do outro, a única equipa a par de nós que o Toulouse não tinha conseguido vencer, o Bourg de Peage.

Entrámos bastante desconcentradas e desorganizadas no jogo, quer em termos defensivos e ofensivos. Durante os primeiros minutos de jogo ambas as guarda-redes assumiram-se como protagonistas. Defesa cá, defesa lá, fomos aos poucos ganhando vantagem no marcador. Só estivemos a perder nos primeiros três minutos e a partir de aí, tivemos sempre o La Motte a correr atrás de nós. Saímos para o intervalo a vencer por 4 bolas (13-9), com a sensação que a segunda parte podia ser perigosa.

Assim foi, a equipa da casa fez logo um parcial de 2-0, mas reagimos rapidamente e com a reentrada de Beatriz Sousa (8 golos) conseguimos ter uma melhor eficácia ofensiva. Aos 20 minutos da segunda parte, ganhávamos já por 5 e até ao final, procuramos gerir essa vantagem sem nunca relaxar. O resultado final fixou-se em 21-26 e agora tínhamos só de esperar até o dia seguinte para saber se continuávamos em segundo ou se passaríamos finalmente para primeiro lugar.

Felizmente o Bourg de Peage foi ganhar à Toulouse (21-27) e assim subimos para o topo da tabela. Desde novembro que já não éramos líderes. Mas o mais difícil não é chegar, é manter-se lá. Restam 7 jogos até ao final do campeonato e dependemos só de nós para conseguirmos a subida. Voltamos a jogar apenas no dia 30 contra o Toulon, em casa. Até lá, é tempo de regressar à Portugal para os trabalhos da seleção nacional e recarregar baterias junto dos que me são mais próximos.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
7.2
X