Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

A Fundação AEP, em parceria com Câmara de comércio e indústria franco-portuguesa (CCIFP), organizam numa sessão online de apresentação e divulgação da Rede Global da Diáspora esta segunda-feira, dia 23 de novembro, pelas 15h00 (hora francesa).

No evento já estão anunciadas as participações da Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, e do Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias. A sessão inclui também um debate sobre o contributo da Diáspora para a internacionalização das PME Portuguesas com um painel de empresários portugueses que possuem negócios em França.

Promovida pela Associação Empresarial de Portugal (AEP), a Rede Global da Diáspora é uma plataforma online que pretende aproximar as empresas portuguesas na diáspora e ajudá-las a aumentar os seus negócios.

Para já, a plataforma conta com 4.000 inscrições de 124 países, um número que seria muito maior se a pandemia de Covid-19 não tivesse atrasado o processo de divulgação, como disse à Lusa o Presidente da Fundação AEP, Luís Miguel Ribeiro.

Uma das alterações que a pandemia trouxe foi o modelo de encontros internacionais, desenhados para se realizarem em várias partes do mundo, mas que estão agora a ser feitos por via online. “Estavam previstas oito ações de ativação com as Comunidades portuguesas desses países. A pandemia obrigou a suspender as ações e por isso os impactos são mais lentos”, acrescentou.

Depois de uma sessão vocacionada para as associações, organizada há uma semana, esta sessão dirige-se essencialmente às empresas e aos empresários portugueses e lusodescendentes em França. O Presidente da Câmara de comércio e indústria franco-portuguesa, Carlos Vinhas Pereira, dará as boas vindas aos participantes, seguindo-se a intervenção de Luís Miguel Ribeiro, Presidente da Fundação AEP, e de Paulo Dinis, da mesma Fundação. Está ainda prevista uma mensagem do Presidente da Aicep Luís Castro Henriques.

 

Uma rede para ajudar a fazer negócio

Esta plataforma apresenta-se como uma nova oportunidade para quem nela se inscreve, uma vez que os Portugueses podem estabelecer novos contactos e fazer novos negócios e também saber como investir em Portugal. “Portugal tem um conjunto de produtos cada vez mais distintos que podem interessar a nichos de mercado. Através destes Portugueses espalhados pelo mundo podemos encontrar aqui oportunidades para estas empresas poderem por os seus produtos em muitos mais países”, disse.

E acrescentou: “Muitos dos Portugueses espalhados pelo mundo, que tiveram sucesso nessa sua aventura de procurar oportunidades em outros países, gostariam de investir no seu próprio país, na sua terra de origem, com uma perspetiva diferente da primeira geração de emigrantes. Mas não sabem como fazê-lo”.

“Queremos mostrar as oportunidades que podem encontrar no seu próprio país, seja ao nível do imobiliário, ou através do capital social de empresas, investimentos que exigem um certo grau de sofisticação e cujo conhecimento eles não têm”, referiu.

As questões burocráticas e o enquadramento legal dos possíveis negócios são matéria da informação disponibilizada nesta Rede Global da Diáspora que fomenta o negócio “nos dois sentidos”, através da venda de produtos portugueses no estrangeiro e mediante investimentos em Portugal.

Para Luís Miguel Ribeiro, a rede também aproxima os portugueses através de uma aplicação que indica o local mais próximo onde se encontra o produto procurado, em qualquer parte do mundo. Os produtos mais procurados têm disso os ligados ao setor agroalimentar, o que está relacionado com a saudade dos nossos emigrantes, aliada à qualidade dos produtos portugueses.

O pastel de nata, o café ou o vinho portugueses estão entre os mais procurados, mas também instituições e associações de Portugueses.

 

Debate com três empresários de França

Na apresentação desta segunda-feira à tarde, está previsto um debate moderado pelo jornalista Carlos Pereira, Diretor do LusoJornal. O LusoJornal estabeleceu aliás uma parceria com a Rede Global da Diáspora.

Está anunciada a participação de 3 empresários portugueses e lusodescendentes: Philipe Mendes, do grupo Mediatree, especializado em medir o impacto das ações de comunicação de controlo de notoriedade e de gestão de crise e José Ventura da empresa Menport, que trabalha na área da comercialização de calçado em França e é um grande importador de sapatos portugueses. Finalmente, está também anunciada a participação de Manuel Soares da Real Marbre, uma empresa que trabalha no setor da construção e especializada em pedra natural, mármores, granito,… com fábricas em Portugal.

 

Segunda-feira, dia 23 de novembro, 15h00

Apresentação da Rede Global da Diáspora em França

Inscreva-se aqui:

Inscription au webinaire – Zoom

 

Inscreva-se na Rede Global da Diáspora

www.redeglobal.pt

 

Empresas
X