Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Na quarta-feira, dia 6 de novembro, o Instituto Alter’Brasilis e os Auberges de Jeunesse MIJE organizam, a partir das 19h30, um encontro literário em torno do livro “Maria d’Apparecida – Une Maria pas commme les autres”.

Esta biografia, escrita por Mazé Torquato Chotil (na foto) e traduzida para francês por Bernard Chotil, retrata a vida da cantora Maria d’Apparecida. A autora estará presente para conversar sobre a obra.

Maria d’Apparecida nasceu no Rio de Janeiro a 17 de janeiro de 1935 e faleceu em Paris a 4 de julho de 2017. Foi uma cantora lírica e atriz brasileira radicada em Paris, conhecida a nível internacional como “a Maria Callas afro-brasileira”. Foi a primeira cantora negra do Brasil a cantar Carmen na Ópera de Paris, tendo sido em França uma grande embaixadora da música lírica, tradicional e popular brasileira durante a segunda metade do século XX.

A carreira de Maria d’Apparecida foi constituída de gravações de muitos discos importantes de música brasileira, alguns deles com, por exemplo, Baden Powell. Em 1955, gravou um disco com canções do compositor Waldemar Henrique, que a acompanhou ao piano; entre 1967 e 1968, gravou canções do mesmo compositor, além de outras de Heckel Tavares, Villa-Lobos e Jaime Ovalle; e nas décadas seguintes conseguiu ter uma carreira importante na cena lírica francesa, tendo também feito incursões pela música popular e pelo jazz. Para além da sua carreira de cantora e de atriz, também pousou para um pintor reconhecido.

A sua história reveste contornos dramáticos no momento da sua morte em 2017. Faleceu sozinha em Paris e o seu corpo foi encontrado por vizinhos, já em decomposição, duas semanas depois. O corpo da cantora ficou depois mais de trinta dias no Instituto Médico Legal de Paris à espera de que aparecessem familiares. Mais tarde, o corpo foi cremado e as cinzas levadas para o Brasil.

A biografia de Maria d’Apparecida inscreve-se na atualidade pois foca temas como o exílio, a libertação das mulheres, a luta pela emancipação racial, a solidão da velhice e a fragilidade da glória.

O Instituto Alter’Brasilis existe desde 2010 e tem como principal objetivo a difusão da cultura brasileira em França e a promoção da língua portuguesa. Para além das aulas de português, o Instituto organiza colóquios e manifestações culturais e artísticas que vão desde a literatura ao cinema.

Inscrição obrigatória aqui: https://alterbrasilis.com/events/rencontre-litteraire-biographie-de-la-chanteuse-maria-dapparecida

 

Institut Alter Brasilis

6 rue de Fourcy

75004 Paris

(Métro Saint-Paul ou Pont Marie)

www.alterbrasilis.com

 

Linda de Suza 19/20
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.8
X