Câmara da Mealhada quer criar condições para regresso de emigrantes

Comunidade

 

A Câmara Municipal da Mealhada marcou presença nos Encontros do Programa Nacional de Apoio ao Investimento da Diáspora (PNAID), sob o lema “Investimento da Diáspora, um investimento com marca”, que decorreram de 15 a 17 de dezembro, em Fátima.

“O objetivo é preparar o Município para o regresso daqueles que, durante algum tempo, saem do país para trabalhar”, destacou esta autarquia do distrito de Aveiro.

Ao longo de três dias, para além das sessões plenárias, de sessões de apresentação de ideias, projetos e soluções de investimento, foram ainda promovidas sessões temáticas paralelas com enfoque nos temas Agricultura e Agroalimentar; Indústria 4.0 e Produção Avançada; Turismo e Sustentabilidade; Mar e Economia Azul; Digital e Saúde; Ideias e Negócios nos Territórios do Interior.

“A relação com os filhos do concelho espalhados pelo mundo é algo que procuramos valorizar e fazer crescer todo o ano. É muito habitual falarmos nos seus períodos de férias e ajudarmos a resolver as suas preocupações, mas a nossa presença aqui reforça o nosso empenho na preparação do seu regresso a Portugal e na segurança das suas decisões de investimento no nosso território”, sublinhou a Vice-Presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Filomena Pinheiro.

 

Donativos LusoJornal