Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Domingo 7 de abril, Manuel Ferreira, Presidente do coletivo Cap Ouest participou num programa especial na rádio Alva para a promoção das comemorações do 25 de Abril em Nantes.

Este Coletivo reúne 15 associações da zona de Nantes e uma maioria de entre elas organiza em conjunto uma noite para relembrar a Revolução dos Cravos.

Este ano a festa terá lugar no sábado 27 de abril, na sala Vasco da Gama, em Nantes, será servido um jantar composto de Feijoada ao som de um concerto de fado com artistas vindos de Portugal. A jovem fadista bracarense Juliana Dias virá pela segunda vez acompanhada pelos músicos Jorge Dias, Costa Pereira e Rui Beirão. Já estarão em Nantes na véspera, a pedido do Centro Cultural Ferreira de Castro, cujo Presidente também é Manuel Ferreira, para levar o 25 de Abril ao centro da cidade, com um concerto no restaurante “Les deux morues”.

No sábado 27, a Cap Ouest poderá contar com a presença do Deputado socialista Paulo Pisco, eleito pelo círculo eleitoral da Europa, e também com a Maire de Nantes, Johanna Rolland. As paredes da sala serão decoradas com uma exposição de fotos da época para que não se esqueçam os rostos que marcaram essa noite de 1974.

Para acabar as comemorações num ambiente festivo, o grupo local MP4 irá animar um baile com música ligeira e rock português.

O coletivo Cap Ouest tem um papel importante a nível local. Manuel Ferreira foi eleito novamente Presidente há umas semanas atrás, por unanimidade das pessoas presentes. Para além da organização do evento sobre o 25 de abril, o Coletivo permite a articulação das atividades das diferentes associações para que os eventos se espalhem por todo o ano, sem que haja interferências nos calendários com atividades em simultâneo.

O fato de existir esse Coletivo favorece as relações das instituições, tanto francesas como portuguesas, para com os Portugueses que vivem na região. Manuel Ferreira é o interlocutor privilegiado entre a Comunidade e as Mairies, o Departamento, a Região, etc…, mas também entre a Comunidade e o Consulado Geral de Portugal em Paris ou os vários responsáveis políticos portugueses que vêm visitar os compatriotas, quer em época eleitoral, quer quando são convidados pelas associações.

Depois do encerramento do Vice-Consulado em 2012, Manuel Ferreira batalhou para que houvesse presenças consulares em Nantes, uma vez por mês, depois uma vez por semana, acabando por haver diariamente. Há uns meses essas Permanências resultaram na criação de um Escritório consular, o que garante a perenidade dos serviços consulares em Nantes.

 

Sala Vasco da Gama

9 rue de la Révolution des Oeillets

44000 Nantes

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
6.0
X