Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Donativos LusoJornal

 

O candidato Carlos Vila Nova foi eleito Presidente de São Tomé e Príncipe, à segunda volta, com 57,54%, com um total de 45.481 votos, indicam resultados provisórios hoje divulgados pela Comissão Eleitoral Nacional (CEN).

De acordo com os mesmos dados, o outro candidato na segunda volta, realizada este domingo, Guilherme Posser da Costa obteve 42,46% da votação, com um total de 33.557 votos.

A abstenção foi de 34,68%, superior à da primeira volta, em 18 de julho, que se situou nos 31,6%.

Os dados provisórios foram anunciados esta madrugada pelo presidente da CEN, Fernando Maquengo, na sede deste organismo, na capital são-tomense.

Já antes Carlos Vila Nova tinha reivindicado vitória e identificado a pacificação social como “uma das principais tarefas”.

“Eu considero uma das principais tarefas do Presidente eleito; ao ser empossado Presidente da República de São Tomé e Príncipe, terei pela frente a pacificação da sociedade são-tomense, que se encontra fraturada”, declarou Vila Nova, na sede de campanha em Santarém, nos arredores da capital são-tomense.

“Nos últimos anos lamentavelmente temos vivido uma política de ódio, perseguição, separação e de exclusão. E eu sempre disse que é preciso combater esses males. Esses males são os meus inimigos”, disse o candidato, apoiado pela Ação Democrática Independente (ADI, oposição).

Política
X