Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Ensino

 

 

A Coordenação do Ensino Português em França (Camões, I.P.), dirigida por Adelaide Cristóvão, vai levar a cabo três projetos no âmbito da Temporada Portugal França 2022: “Amigos do cavalo-marinho e biodiversidade marinha”, “Porta-vozes do oceano” e “À procura do Oceano perdido”.

A Casa de Portugal André de Gouveia, na Cité Universitaire internationale de Paris, vai acolher dois desses eventos, realizados no contexto dos projetos realizados pelos alunos do Ensino Português no Estrangeiro (EPE), nos dias 22 de maio e 15 de junho.

No próximo dia 22 de maio, “Dia Internacional da Biodiversidade”, na Casa de Portugal, pelas 15h00, terá lugar o evento final do projeto “Amigos do cavalo-marinho e biodiversidade marinha”, que mobilizou perto de 4.000 alunos de português do 1° ciclo (école élémentaire), dos cursos de português EILE, ELVE e SI.

Jorge Palma, investigador da Universidade do Algarve no Centro de Ciências do Mar (CCMar), dará uma conferência sob o tema “Cavalos-marinhos: sobrevivência num mundo em mudança”. Serão também apresentados trabalhos de alunos, feitos no âmbito deste projeto. Nas escolas que desenvolveram o projeto os trabalhos dos alunos foram expostos e apreciados por toda a comunidade escolar, por pais e amigos. Os guias destas exposições foram os alunos-autores e estavam identificados com um crachá “Amigos do cavalo-marinho” que resultou de um concurso de desenhos dos alunos levado a cabo para esse fim.

No dia 15 de junho, sempre na Casa de Portugal, pelas 15h00 será apresentado o projeto “Porta-vozes do Oceano”, realizado por alunos de ‘collège’ e ‘lycée’ das Secções internacionais portuguesas de França, em parceria com alunos das Secções europeias de língua francesas, de Portugal. Os grupos elaboraram campanhas de sensibilização à poluição dos oceanos pelos plásticos. As campanhas foram construídas com recurso à plataforma eTwinning e a sua apresentação pública terá lugar no dia 15 de julho na Casa de Portugal. Foram também parceiros deste projeto o Instituto Francês de Lisboa, a Fundação Oceano Azul – Oceanário de lisboa, Globe Reporters, a Fundação Tara Océan e eTwinning.

O terceiro projeto promovido pela Coordenação do Ensino chama-se “À procura do Oceano Perdido”, foi desenvolvido por alunos de ‘collège’ e ‘lycée’ que estudam português em associações, com o apoio da Coordenação do Ensino Português. Os projetos apresentados pelos alunos têm como objetivo sensibilizar os jovens e a comunidade em geral para a poluição dos oceanos e os riscos que esta representa para a biodiversidade marinha.

O objetivo é também o de sensibilizar para as espécies marinhas, das costas portuguesas, que necessitam de ser protegidas, como é o caso do cachalote dos Açores, do lobo marinho da madeira ou do cavalo-marinho da Ria Formosa no Algarve.

Este projeto foi realizado em parceria com a Coordenação das Coletividades Portuguesas em França (CCPF) e com Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve.

A Temporada Portugal França 2022, a decorrer entre fevereiro e outubro de 2022, mobilizou perto de 5.000 alunos dos cursos de Português da Coordenação do Ensino Português em França. Os projetos enquadram-se num dos eixos definidos pela Temporada: “Um Oceano comum a preservar”, uma temática para a qual é importante sensibilizar crianças e jovens. Esta sensibilização ganha ainda mais sentido no ano em que Portugal recebe, em Lisboa, a segunda Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, de 27 de junho a 1 de julho.

 

Donativos LusoJornal
X