Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O cantor Hugo Manuel está em casa, mas aproveita para trabalhar no próximo álbum que quer lançar antes do fim do ano. Quem sabe se os próximos temas do novo álbum não serão influenciados também pela situação atual provocada pelo Covid-19.

 

Como está a passar este período?

Neste período de confinamento, estou em França, onde vivo. Tenho aproveitado para pôr papelada em dia e também continuar a trabalhar no meu projeto musical que sairá ainda este ano. Tento estar o máximo ocupado, mesmo não sendo fácil, não me queixo, ficar em casa não é de todo o fim do mundo, o que custa mesmo mais é o ser obrigado a estar afastado dos familiares. Resta o telefone.

 

Está preocupado com a situação atual de pandemia?

Sim, estou preocupado, até porque eu faço parte do grupo de pessoas de risco visto que sou asmático. Estou preocupado com a propagação que é extremamente rápida, com a falta de civismo de muitas pessoas e com o futuro económico e social. O mundo tem de ser repensado, sobretudo o sistema de saúde.

 

Quando esta situação estiver ultrapassada, o que espera do “novo mundo”?

Depois do vírus passar, a visão do mundo será certamente diferente. Espero que sejamos mais humanos, mais humildes e unidos. Espero que a economia se recomponha, mas já sabemos que vai ser um ano difícil.

 

Comunidade
X