Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

O Diretor artístico do Teatro Nacional D. Maria II, Tiago Rodrigues, estreia a peça “O cerejal” [“La cérisaie” em francês], de Anton Tchékhon na 75ª edição do Festival de Avignon, de 05 a 17 de julho, anunciou hoje a organização do certame.

A peça será protagonizada pela atriz francesa Isabelle Huppert, e conta com interpretações dos portugueses Isabel Abreu, Hélder Azevedo e a cantora e música Manuela Azevedo, num elenco que totaliza 11 atores e dois músicos, e que conta com composições de Hélder Gonçalves.

Com estreia a 05 de julho, no dia de abertura do Festival, a peça tem coprodução do Teatro Nacional D. Maria II com o festival, o Odéon-Théâtre de l’Europe, o Théâtre National Populaire de Villeurbanne, a Comédie de Genève, La Coursive, scène nationale de la Rochelle, Wiener Festwochen, Comédie de Clermont Ferrand, entre outros, e será apresentada no Cour d’Honneur do Palais des Papes, um dos mais importantes dos espaços históricos da cidade e do Festival.

Aliás, a abertura do festival será lusófona porque vai ser apresentado, também no dia 5 de julho, a peça “Entre chien et loup” numa adaptação livre do filme de Lars von Trier, pela encenadora Christiane Jatahy.

Trata-se de uma ficção que conta a história de uma mulher brasileira que foge do fascismo e sem se aperceber cai nos braços dele, como um ser que avança, decidido, em direção do seu fim trágico.

Da distribuição consta Paulo Camacho que também é Diretor da fotografia. A música é de Vítor Araújo, com imagens vídeo de Júlio Parente.

 

Cultura
X