Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Altina Ribeiro chegou a França ainda criança, teve de repetir três anos da escola primária, mas conseguiu fazer estudos de direito e é assistente jurídica.

Começou a escrever já tarde, “para deixar a minha história aos netos” e já vai com quatro livros publicados, um dos quais traduzido para português. O próximo vai ser um romance a partir de uma história verdadeira, que Atina Ribeiro ficcionou.

Nesta entrevista ao LusoJornal, Dominique Stoenesco faz uma análise da escrita de Altina Ribeiro.

 

 

X