Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O filme “Patrick”, primeira longa-metragem de Gonçalo Waddington, foi selecionado para competir no Festival de Cinema de San Sebastián, que decorreu na semana passada.

O filme, uma coprodução entre Portugal e Alemanha descrita pelo festival como “a obra-prima de um reconhecido ator português”, foi escolhido para a competição pela Concha de Ouro para melhor filme da seleção oficial.

Escrito por Gonçalo Waddington e João Leitão, “Patrick” – em estreia mundial em San Sebastián – conta a história de Mário, um menino de oito anos raptado no interior de Portugal na primavera de 1999, que reaparece 12 anos depois numa prisão em Paris com o nome de Patrick.

Quem é este rapaz e onde passou os últimos 12 anos da sua vida são as perguntas às quais vai responder este filme, o primeiro realizado por Gonçalo Waddington, que tem trabalhado como ator de cinema, teatro e televisão.

Mário/Patrick é interpretado por Hugo Fernandes (na capa), jovem ator franco-português, e do elenco fazem parte também Alba Baptista, Teresa Sobral, Carla Maciel, João Pedro Bénard, Adriano Carvalho, entre outros, segundo um comunicado da produtora O Som e a Fúria. A direção de fotografia é de Vasco Viana, o som de Olivier Blanc, música original de Bruno Pernadas, direção de arte de Nadia Henriques, os figurinos são de Peri de Bragança, a assistência à realização é de Emídio Miguel, e a montagem de Pedro Filipe Marques.

Esta coprodução teve o apoio financeiro, entre outros, do Instituto do Cinema e do Audiovisual, do Fundo de Turismo e Cinema do Eurimages, Canal ZDF/Arte, do Programa Europa Criativa da União Europeia, e a participação da RTP.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
5.4
X