Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O FC Porto procura hoje somar a primeira vitória na fase de grupos da Liga dos Campeões de futebol com uma deslocação ao Monaco, do Técnico português Leonardo Jardim, que na última época atingiu as meias-finais da prova.

Depois de desaire caseiro com o Besiktas (3-1) na estreia, os ‘Dragões’ necessitam de pelo menos pontuar no Principado para não ficar com vida difícil no Grupo G, num jogo em que vão poder contar com o Camaronês Vincent Aboubakar, que cumpriu castigo na primeira jornada.

Tal como o FC Porto, a equipa de Leonardo Jardim, João Moutinho e Rony Lopes procura a primeira vitória no agrupamento, depois de ter empatado na visita aos Alemães do Leipzig (1-1), que hoje visitam o Besiktas, de Pepe e Ricardo Quaresma.

O jogo entre Monaco e FC Porto, que marca o regresso de Sérgio Conceição a França, depois da saída intempestiva do Nantes, durante a pré-temporada, está marcada para as 20h45 (hora francesa), no Estádio Luís II, e terá arbitragem do Esloveno Slavko Vincic.

O único encontro entre as duas equipas remonta à final da edição de 2003/04 da Liga dos Campeões, que terminou com o triunfo dos ‘azuis e brancos’, em Gelsenkirchen, por 3-0, com golos de Carlos Alberto, Deco e Alenichev.

No outro jogo do Grupo G, os Turcos do Besiktas recebem os Alemães do Leipzig, numa ronda em que se destaca a receção do Borussia Dortmund ao bicampeão europeu Real Madrid, de Cristiano Ronaldo.

 

Jardim elogia FC Porto

Leonardo Jardim não poupou elogios ao FC Porto, e admitiu que o jogo se vai decidir «em questões de pormenor».

«Estamos a falar de uma excelente equipa, motivada, de grande qualidade, que chegou à liderança do seu Campeonato há dias. Gosto em especial do trabalho do Treinador, que deu um cunho especial à equipa. Os jogos entre o Monaco e o FC Porto vão decidir-se muito ao pormenor», disse o Treinador português do Campeão de França, na conferência de imprensa de lançamento do encontro.

Quanto ao Monaco, também «começou bem o Campeonato», recorda. «Temos jogado bem, descontando o jogo contra o Nice, mesmo antes da chegada dos reforços. Vamos conseguir ainda mais qualidade e intensidade com esses novos jogadores», explicou.

Em termos táticos, Jardim vincou que está preparado para qualquer esquema tático que Sérgio Conceição, o Treinador dos ‘dragões’, apresente. «O FC Porto tem jogado, e bem, com dois avançados. Mas até poderá não o fazer e estamos conscientes disso».

Questionado sobre a utilização em alternativa de Thomas Lemar, que regressa à equipa, ou o português Ronny Lopes, não foi claro, deixando a resposta final para hoje. «Ronny pode jogar à esquerda, é explosivo… Lemar gosta de jogar com a bola no pé… amanhã, um deles vai jogar » disse ontem.

 

Moutinho defronta um clube onde foi feliz

João Moutinho, o jogador dos monegascos que falou na conferência de imprensa, não escondeu o gosto especial por defrontar um clube em que foi muito feliz ao longo de seis épocas. «Gostava que fosse uma equipa portuguesa e foi logo o FC Porto, uma equipa de que tenho muito boas memórias. Espero que consigamos ser melhores que o FC Porto e que somemos os três pontos. Estou habituado a jogar contra clubes com quem já joguei, isso não é pressão», disse.

«O FC Porto tem uma bela equipa, que faz pressão e procura o ataque, procura recuperar a bola e joga bem no contra-ataque», disse ainda o internacional português.

Questionado sobre a forma como Pepe e Quaresma, jogadores do Besiktas, foram recebidos no Estádio do Dragão, João Moutinho considerou a situação normal, «pelo que fizeram pelo clube». «É um clube que também, me diz muito, sou apoiante e gostaria de ter também essa receção, pelos seis anos que lá estive».

 

Sérgio Conceição quer “resposta positiva”

Sérgio Conceição disse que os ‘dragões’ têm “qualidade para dar uma resposta positiva” no jogo com o Monaco.

Em conferência de imprensa, o Técnico dos ‘azuis e brancos’ mostrou vontade de “dar continuidade” ao bom momento na I Liga, que lidera isolado e só com vitórias ao fim de sete jornadas.

Sem André André, que está lesionado, todo o plantel está «praticamente disponível» para a visita aos monegascos e o objetivo da equipa é jogar para ganhar, mesmo que existam «empates com sabor a vitória e empates com sabor a derrota».

Sobre o Mónaco, Sérgio Conceição elogiou o «conhecimento profundo da Liga dos Campeões e do Campeonato francês» do Técnico luso, mostrando vontade de se concentrar no que os Portistas podem fazer e não nas fraquezas do adversário.

«Acho que nós temos que olhar para o que podemos fazer. Sabemos que depois de perdermos o primeiro jogo temos de ser ousados e irreverentes de forma equilibrada. A estratégia vai passar por aí», apontou.

O Treinador da formação portuguesa destacou o «trabalho fantástico» de Leonardo Jardim e apontou «semelhanças» na forma de ver o jogo.

O Técnico lembrou ainda que o FC Porto é «a equipa menos batida na Liga» e que a derrota com o Besiktas (3-1), na primeira jornada, «não mexe com aquilo que é a grande história deste clube», até porque «todos os jogos têm uma história diferente».

«Fica já aqui a promessa que vamos mostrar a grandeza do FC Porto. Acredito que vamos dar uma outra ideia em relação ao que ficou com o Besiktas», asseverou.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
10.0
X