Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O selecionador português, Fernando Santos, integra a lista de 10 nomeados para o prémio ‘The Best’ da FIFA para melhor treinador da época 2018/19, revelou o organismo que rege o futebol mundial.

O técnico de 64 anos, que em junho levou Portugal à conquista da primeira edição da Liga das Nações, aparece na companhia de dois treinadores franceses: o Francês Didier Deschamps (seleção de França), e o Franco-Argelino Djamel Belmadi, que conquistou a Taça das Nações Africanas pela Argélia.

Os outros treinadores são: o Alemão Jurgen Klopp, vencedor da Liga dos Campeões com o Liverpool, o Argentino Maurício Pochettino, que levou o Tottenham à final da ‘Champions’, o Espanhol Pep Guardiola, que conquistou todas as competições inglesas com o Manchester City, o Brasileiro Tite, vencedor da Copa América com o Brasil, o Argentino Marcello Gallardo, que levou o River Plate ao triunfo na Taça dos Libertadores, o Holandês Erik ten Hag (Ajax) e o Argentino Ricardo Gareca (seleção do Peru) completam a lista de nomeados.

Selecionador português desde 2014, Fernando Santos levou Portugal à conquista do Euro2016, o primeiro título de sempre da seleção nacional, e já este ano juntou a Liga das Nações, depois de vencer a Holanda na final, por 1-0, no Estádio do Dragão, no Porto.

Em 2018/19, Portugal não sofreu qualquer derrota, somando cinco vitórias e cinco empates.

Na lista dos nomeados para melhor treinador de futebol feminino, destaque para Jill Ellis, que, em 2019, revalidou a conquista do Mundial com os Estados Unidos, e para Sarina Wiegman, que levou a Holanda à final do Mundial2019, em França.

Phil Neville, selecionador inglês, também aparece nos eleitos, assim como o francês Reynald Pedros, antigo avançado, que conquistou a Liga dos Campeões feminina com o Lyon.

Os vencedores dos prémios ‘The Best’ serão conhecidos a 23 de setembro, em Milão na Itália.

Lista dos candidatos aos prémios ‘The Best’:

– Melhor treinador de masculinos:

Fernando Santos (Portugal/Seleção portuguesa).

Didier Deschamps (França/Seleção francesa).

Pep Guardiola (Espanha/Manchester City)

Jürgen Klopp (Alemanha/Liverpool)

Maurício Pochettino (Argentina/Tottenham)

Tite (Brasil/Seleção brasileira)

Erik ten Hag (Holanda/Ajax)

Ricardo Gareca (Argentina/Seleção peruana)

Djamel Belmadi (Argélia-França/Seleção argelina)

Marcelo Gallardo (Argentina/River Plate)

– Melhor treinador de femininos:

Jill Ellis (Estados Unidos/Seleção dos Estados Unidos).

Milena Bertolini (Itália/Seleção italiana).

Phil Neville (Inglaterra/Seleção inglesa).

Peter Gerhardsson (Suécia/Seleção sueca).

Futoshi Ikeda (Japão/seleção japonesa de sub-20).

Antónia Is (Espanha/seleção espanhola de sub-17).

Joe Montemurro (Austrália/Arsenal).

Reynald Pedros (França/Lyon).

Paul Riley (Inglaterra/North Carolina Courage).

Sarina Wiegman (Holanda/Seleção holandesa).

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.4
X