Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Festival de folcore em Saint Priest anuncia geminação com Ponte de Lima

LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos

No sábado dia 13 de outubro, a associação Juventude do Alto Minho de Saint Priest (69), nos arredores de Lyon, organizou o seu 16° Festival anual de folclore que reuniu vários grupos folclóricos na sala Mosaique.

O cantor de música popular portuguesa Norberto Ferreira apresentou o seu espetáculo deixando grande entusiasmo e alegria no numeroso público deste dia. Mário Amaral também participou neste evento com os seus talentos de Dj, cantor, animador e homem do som.

“Os grupos que estavam convidados para este Festival estiveram todos presentes e todos estamos muito contentes” disse ao LusoJornal o Presidente Amorim. “Foi um dia de festa que durou até altas horas da madrugada com o nosso artista vindo especialmente de Portugal, Norberto Ferreira, e também o baile que deixou grandes recordações”.

Participaram grupos folclóricos vindos de várias regiões de França: Saudades de Montpellier, Estrelas do Minho de Vaulx-en-Velin, Corações do Minho de Jons, Mocidade do Verde Minho de Saint Martin d’Hères, Rio Lima Alto Minho de Caluire, Mocidade do Minho de Saint Maurice l’Exil, e o grupo da casa que abriu as festividades Juventude do Alto Minho.

Os organizadores tiveram o apoio do programa de rádio Raízes, cuja equipa fez a apresentação e imortalizou a noite com uma reportagem fotográfica. “Posso dar também uma novidade que é o início do processo de geminação entre Ponte de Lima e Saint Priest, onde a nossa associação e a Mairie de Saint Priest estão a trabalhar e a fazer os primeiros contactos” concluiu o Presidente da coletividade.

Os próximos eventos da associação já estão agendados para o mês de novembro e dezembro: o S. Martinho e a Festa de fim de ano, ambos nos locais da sede da associação. Para maio de 2019 está também em preparação mais um dia de festa com a vinda de um ou mais artistas de Portugal.

O grupo da casa conta com cerca de 50 elementos e após este Festival – que voltará daqui por um ano – seguem-se as sessões de ensaios que vão animar todos os elementos às sextas-feiras à noite, preparando dançares e cantares da região do Minho como o seu nome indica.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
5.3
X