Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Marseille de André Villas-Boas (na foto na direita) empatou a uma bola frente ao Metz, enquanto o Monaco de Leonardo Jardim empatou sem golos frente ao Angers, em jogos a contar para a 18ª jornada do Campeonato de França da primeira divisão de futebol, a Ligue 1.

 

Marseille em dificuldades alcançou empate

Os Marselheses deslocaram-se ao terreno do Metz na maxima força e com confiança, visto que tinham vencido os seis precedentes jogos.

No entanto o decorrer do encontro não vai ser favorável ao Marseille. Aos 31 minutos o guarda-redes marselhês, Steve Mandanda, que também é capitão da equipa, saiu lesionado, sendo substituído por Yohann Pelé.

Uma situação difícil para a equipa do Sul da França onde Steve Mandanda tem um lugar importante não só como guarda-redes mas também como capitão.

A partir desse momento o Metz vai crescer mais no jogo, até abrir o marcador aos 40 minutos de jogo pelo internacional senegalês Opa Nguette. A equipa da casa até esteve perto do segundo tento, mas o avançado senegalês Habib Diallo falhou a grande penalidade aos 53 minutos, defendida por Yohann Pelé.

Com este golo falhado pelo Metz, os Marselheses sentiam que podiam empatar e foi o que aconteceu aos 70 minutos com um tento do avançado sérvio Nemanja Radonjic.

Com este empate a uma bola, os pupilos do treinador português André Villas-Boas continuam no segundo lugar na Ligue 1 com 35 pontos, a 4 do PSG. Quanto ao Metz está na 18ª posição com 16 pontos.

 

Monaco não se desfaz do Angers

Os Monegascos tinham vencido os dois precedentes jogos e estavam à procura de um terceiro triunfo consecutivo na Ligue 1 de futebol.

No entanto o Angers, em casa, é um osso duro de roer, com 6 triunfos, um empate e apenas duas derrotas. De notar que as duas equipas partiam com o mesmo número de pontos.

A primeira parte acabou por ser equilibrada e não houve muitas ocasiões de golo. O jogo começou a ser muito mais animado durante a segunda parte.

O Monaco, comandado pelo Treinador português Leonardo Jardim, contou com três atletas lusos – Gil Dias, Gelson Martins e Adrien Silva -, que estavam em todas as ofensivas dos monegascos. Gil Dias, lateral esquerdo ofensivo, e Gelson Martins, adaptado a lateral-direito ofensivo, fizeram os seus corredores respetivos durante os 90 minutos de jogo e sempre num ritmo alto, tendo provocar desequilíbrios. Quanto a Adrien Silva, o papel no meio-campo era de recuperar a bola e dirigir as ofensivas. No entanto os esforços dos atletas portugueses não foram suficientes para chegar ao golo.

O Angers também tento em contra-ataque surpreender o Monaco, utilizando entre outros jogadores o avançado franco-português Mathias Pereira Lage. De referir que numa ofensiva, o internacional sub-21 português acabou por se lesionar.

O resultado fixou-se num empate sem golos no Estádio Raymond Kopa em Angers.

Os Monegascos prosseguem no 9° lugar com 25 pontos, enquanto o Angers está na 11ª posição também com 25 pontos mas com uma diferença de golos pior.

Na próxima jornada do Campeonato de França da primeira divisão de futebol, o Monaco recebe o Lille, enquanto o Angers desloca-se ao terreno do Nantes.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
8.0
X