Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O guarda-redes Anthony Lopes testou positivo à Covid-19 e foi dispensado da Seleção portuguesa de futebol, que se prepara para disputar os jogos da Liga das Nações com França e Suécia, anunciou hoje o organismo federativo.

“O internacional português Anthony Lopes testou positivo para Covid-19 na quinta-feira à noite e foi dispensado dos trabalhos da Seleção nacional. Os restantes convocados, bem como a equipa técnica e staff, deram negativo na despistagem do SARS-Cov-2”, informa a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Em nota publicada no sítio oficial na Internet, a FPF adianta que os elementos da comitiva da Seleção campeã europeia realizam hoje de manhã uma nova sessão de testes à Covid-19.

Entretanto, Bruno Varela, jogador do Vitória de Guimarães, foi chamado à Seleção para substituir Anthony Lopes.

“O internacional português, de 25 anos, fará o teste de despistagem do SARS-Cov-2 antes de se juntar à comitiva nacional”, informa a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), em nota publicada no sítio oficial na internet.

A necessidade de efetuar nova bateria de testes à Covid-19 levou ao adiamento para as 17h00 do treino agendado para a manhã de hoje, na Cidade do Futebol, em Oeiras, e ao consequente adiamento da viagem para França, que estava prevista para esta tarde e só vai acontecer apenas no sábado.

O facto de a comitiva lusa partir para Paris um dia depois do que estava inicialmente previsto conduzirá também a alterações ao programa oficial na capital francesa, que contempla uma conferência de imprensa e um treino no Stade de France, palco do jogo de domingo.

Anthony Lopes, o guarda-redes que alinha nos franceses do Lyon, de 30 anos, é o segundo jogador a ser dispensado na equipa das ‘quinas’ devido a teste positivo à Covid-19, depois do defesa central José Fonte, que foi substituído na terça-feira por Domingos Duarte.

Em relação à convocatória inicial de Fernando Santos, regista-se também a ausência do defesa Mário Rui, que ficou impedido de sair de Itália devido à deteção de vários casos de Covid-19 no plantel do Nápoles, tendo sido substituído por Nuno Sequeira.

Portugal defronta no domingo a França, naquele que será o regresso dos Campeões europeus ao Stade de France, após o histórico triunfo de 2016, na final do Europeu, num embate entre os dois primeiros classificados do Grupo 3.

No agrupamento da Liga A da Liga das Nações – da qual Portugal é detentor do troféu -, lusos e franceses somam seis pontos, com a formação das ‘quinas’ a ter vantagem na diferença de golos, enquanto Suécia e Croácia seguem com zero.

A equipa treinada por Fernando Santos iniciou a ‘janela’ de jogos de outubro na quarta-feira, com um empate 0-0 com a Espanha, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, numa partida em que Anthony Lopes não foi utilizado.

Depois do embate com os franceses, Portugal recebe na quarta-feira, de novo em Alvalade, a Suécia, que bateu fora, na segunda jornada, por 2-0, com dois golos de Cristiano Ronaldo, o 100º e o 101º pela formação das ‘quinas’.

 

Desporto
X