Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Accs FC Paris 92, clube parisiense que tem sede em Villeneuve-la-Garenne e que joga em Asnières-sur-Seine, no departamento 92, no pavilhão Teddy Riner, é o líder incontestado do campeonato francês de futsal com 26 pontos em 10 jogos.

O clube de futsal, que é dirigido pelo luso-brasileiro David Cardoso, arrecado 9 triunfos e sofreu apenas uma derrota, apontando 66 golos e sofrendo apenas 18.

O Accs FC Paris 92 tem 9 pontos de vantagem sobre o Orchies Pévèle Futsal Club e o Toulon Élite Futsal, e 10 pontos de vantagem sobre o Sporting Club Paris, este último sendo a equipa com mais títulos em França sagrando-se 4 vezes Campeão de França.

David Cardoso, de 32 anos, nasceu em São Paulo de um pai português e de uma mãe brasileira. O treinador luso, que se tem deslocado regularmente a Portugal, tem origens provenientes de Proença-a-Nova, Beira Baixa, próximo a Castelo Branco, onde o pai nasceu.

O LusoJornal falou com o Treinador luso-brasileiro que não esconde a ambição de ser Campeão de França e de levar o Accs FC Paris 92 à Liga dos Campeões de futsal.

 

O Accs Paris está no primeiro lugar com 9 triunfos e 1 derrota, quando estamos sensivelmente no meio do campeonato, como podemos analisar esta primeira parte da época?

Nesta primeira metade procuramos somar o maior número de pontos partida a partida, tentando encontrar as melhores formações e corrigindo nossos erros.

 

Estava à espera de ter esta dominação arrasadora?

Claro que sempre confiamos no trabalho que foi desenvolvido até o momento, mas também é certo que não imaginávamos tanta diferença de pontos ao terminar o turno, mas sempre pensamos em nossas ações e deixamos de lado os outros resultados.

 

Sente que a equipa é assim tão superior às outras, ou outras equipas contra quem jogou, deixaram boas impressões?

A equipa possui muitos bons jogadores, até me trouxe a alegria de trabalhar com alguns que nem mesmo conhecia e só me trouxeram boas perspetivas, mas é claro que sem trabalho nada disso seria possível, seguimos na nossa luta diária do aperfeiçoamento. O Campeonato Francês possui algumas equipas bem interessantes, mas procuramos avaliar todos os adversários e neutralizar os seus pontos fortes.

 

Como David Cardoso chegou a esta aventura?

Sou novo ainda tenho 32 anos e muita coisa para aprender, mas possuo certa experiência por ter vivido e trabalhado com grandes treinadores que me trouxeram alguma bagagem e entendimento. Passei por alguns clubes no Brasil como Corinthians e Copagril, além de trabalhar na Rússia no Gazprom por 4 temporadas sendo Campeão Europeu em 2016.

 

Que objetivos tem para esta época a nível pessoal e coletivo?

Nesta época todos os esforços estão voltados para sermos campeões franceses, afinal é a única competição na qual participamos, e a nível pessoal desenvolver um bom trabalho e ser reconhecido dentro do mercado.

 

Qual é o nível deste campeonato francês em comparação com os outros por onde passou?

O campeonato possui um bom nível, mas existe margem para melhorar com o investimento dos clubes e de pessoas capacitadas nas comissões técnicas e atletas.

 

O que deseja para 2020?

Desejo ser campeão francês e ajudar os atletas a conquistarem este feito inédito para o clube, e levar o clube ao próximo nível que é jogar o Campeonato Europeu, a Liga dos Campeões de futsal.

X