Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A Associação Franco-Portuguesa de Gien, uma das mais antigas em França, festejará 50 anos de existência no próximo ano, levou a efeito no dia 31 de março uma reunião festiva na sala Cuiry, posta à disposição pelo Maire daquela localidade, em que participaram o grupo musical Kapa Negra e a cantora Rosinha, vinda expressamente de Portugal.

O atual Presidente, Pedro Simão, antigo funcionário na Mairie de Gien e recentemente reformado, tem a acompanhá-lo Eduardo Borges e Raymond Lourenço, como Vice-Presidentes, António Ribeiro como Tesoureiro e Rosinda Pedro, Conselheira municipal, que ocupa as funções de Secretária da Direção.

Pedro Simão é membro associativo há 32 anos e, durante esse tempo, ocupou 16 mandatos como Presidente, até 2013. Muito ativo, esteve sempre atento e lutou muito pelo desenvolvimento da associação, através da organização de várias festividades entre os associados, realização de espetáculos, torneios, celebrações diversas. Nos últimos quatro anos, após ter abandonado em 2013 as funções, esta caiu no esquecimento em matéria de animações e criação de eventos. Reeleito como Presidente no final do ano passado, todos os esforços são orientados no sentido de redourar a imagem da coletividade, de que a festa de sábado foi um primeiro passo.

O objetivo em mente é o de se celebrar, «como se deve», os 50 anos em 2019 com atividades culturais, desportivas, associativas, à altura de uma tal efeméride.

O Cônsul Honorário de Portugal em Orléans, José de Paiva, esteve presente no evento, igualmente em representação do Embaixador de Portugal. Presente também a funcionaria do Consulado Honorário de Orléans, Goretti de Carvalho, acompanhada por familiares e amigos, sendo ainda de assinalar a presença de Francis Cammal, primeiro-Adjunto do Maire.

A cidade de Gien tem cerca de 16.000 habitantes, dos quais cerca de 10% de origem portuguesa que aí se fixaram no início dos anos setenta, os homens principalmente na construção da vizinha central nuclear de Dampierre e as mulheres na empresa de Faianças de Gien, mundialmente reconhecida. Hoje, aqui estão implantadas cerca de 20 empresas de nacionais.

Gien encontra-se geminada à cidade portuguesa de Redondo desde 2007.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 7 Votos
3.2
X