Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O homem suspeito de um crime de roubo violento, que resultou na morte de uma idosa, em Abrantes, em 2013, foi agora detido em França e ficou em prisão preventiva, segundo a Polícia Judiciária (PJ).

Num comunicado, a PJ recorda que o assalto de que o homem é suspeito ocorreu no dia 20 de maio de 2013, às 01h50, numa residência em Chainça, Abrantes, através do arrombamento das portas da habitação. As vítimas foram duas irmãs que, à data, tinham 89 e 83 anos de idade, e que ficaram sem 140 euros e sem quatro pequenos objetos em ouro. “Uma das quais viria a falecer em consequência das lesões sofridas”, lê-se no comunicado da PJ.

A Polícia Judiciária disse ainda que conseguiu “identificar o presumível autor dos crimes”, mas o suspeito, de 58 anos, “fugiu do território nacional, antes de ser identificado e intercetado pela investigação”, pelo que foi emitido Mandado de Detenção Europeu.

No final de novembro, mais de seis anos após o assalto, o suspeito foi localizado pelas autoridades policiais francesas em Marseille.

Já em Portugal, o detido, de 58 anos de idade, foi presente ao Tribunal de turno da Comarca de Santarém, sendo-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
8.1
X