Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O cantor Hugo Manuel acaba de lançar um primeiro vídeoclip do seu próximo trabalho intitulado “Eu sofri por ela”.

Hugo Manuel chegou a França quando ainda era bebé, tinha apenas 2 meses de idade e instalou-se com os pais no departamento dos Yvelines (78).

Foi em França que estudou e aos 11 anos de idade integrou uma escola de música. Primeiro aprendeu a tocar piano e depois optou pela viola. Ainda hoje toca os dois instrumentos, apesar de compor apenas ao piano.

Em 1992, com apenas 16 anos, gravou um primeiro trabalho, na altura ainda em cassete. Foi o início da carreira de Hugo Manuel. “Comecei a fazer as primeiras-partes de Luís Manuel, durante um ano, e depois comecei eu próprio e fazer os meus espetáculos”.

Mais do que tocar e cantar, Hugo Manuel também compõe. “Costumo dizer que faço música ligeira, romântica, também com algum ritmo” diz ao LusoJornal. Confessa que no início inspirou-se de Luís Filipe Reis e depois de Tony Carreira. “Gostava um dia de ter um caminho como o dele”.

Em termos de balanço, Hugo Manuel já gravou 8 álbuns e 2 Best-offs, o último dos quais saiu no dia 20 de abril do ano passado, intitulado “O Melhor de Hugo Manuel”, com os 20 temas que marcaram a sua já longa carreira musical.

Pouco a pouco os concertos foram-se multiplicando, foi percorrendo a França, mas também a Suíça, a Alemanha, a Bélgica, o Luxemburgo… e no mês de agosto canta em Portugal. “Ainda não tive a sorte de ir cantar nos Estados Unidos e Canadá” lamenta-se ao LusoJornal. Os programas de televisão também se foram sucedendo. “Tento fazer o máximo que posso para apresentar ao público um espetáculo completo, quase sempre com banda ao vivo, é assim que eu gosto de cantar” diz o artista. Tem 4 bailarinas, uma equipa técnica e os músicos. “Tenho 14 pessoas a trabalhar comigo” conta.

Ultimamente tem tido poucos concertos. “Tenho estado um pouco parado, com apenas alguns concertos, porque estou a preparar este novo projeto para 2020” explica ao LusoJornal.

“Eu sofri por ela” é um tema do produtor Rogério Cachinha, “que trabalha com vários artistas em Lisboa, com o seu próprio estúdio. Eu dei a minha opinião, para dizer o que eu queria e gostei do trabalho que ele me fez. Queria que fosse um trabalho que correspondesse com o meu timbre de voz, e aquilo que ele fez foi exatamente o que eu achava melhor para este novo arranque da minha carreira” explicou Hugo Manuel.

O vídeoclip saiu no início de janeiro e até outubro o cantor anuncia o lançamento “de 4 ou 5” novos vídeoclips. No final haverá um álbum. “Vamos puxando pelos temas e fazer promoção de cada um destes temas”.

Esta foi uma escolha ousada para Hugo Manuel. Ousada e cara. “A música é cara, em geral” diz o artista. “Mesmo uma simples gravação fica cara, e o meu projeto de escolher 4 ou 5 temas e para cada um deles fazer uma promoção, um videoclip, sai mais caro do que se fizesse apenas uma promoção para o álbum. São despesas multiplicadas por 5” diz. “O meu patrocinador oficial para 2020 é o empresário João Pina. Sem ele não seria possível” confessa Hugo Manuel.

Para além de “Eu sofri por ela” Hugo Manuel não desvenda muito mais sobre o seu novo projeto. Deixa apenas que o álbum vai ter um tema em francês. “Eu já gravei dois temas em francês, em 1998 e em 2002, de resto só em português. Mas neste novo trabalho vai haver um tema em francês, ainda não está composto, mas é um tema para o mercado francês”.

 

Cultura
X