José Pereira Coutinho diz que “sempre houve verba para fazer funcionar o Conselho das Comunidades”

Donativos LusoJornal

 

O antigo Conselheiro das Comunidades Portuguesas, eleito pelo círculo da China, Macau e Hong-Kong, José Pereira Coutinho, disse ontem numa entrevista no LusoJornal que “o orçamento do Conselho das Comunidades sempre foi uma preocupação” mas também garantiu que “os diferentes Secretários de Estado das Comunidades sempre encontraram soluções e o Conselho das Comunidades nunca deixou de funcionar por falta de verbas”.

José Pereira Coutinho foi entrevistado pela Conselheira também eleita pelo mesmo círculo eleitoral, Rita dos Santos, Presidente do Conselho Regional da Ásia e Oceania das Comunidades Portuguesas, no quadro de um ciclo de entrevistas que marcam os 40 anos do CCP, em parceria com o LusoJornal.

“José Cesário foi o Secretário de Estado que mais marcou o Conselho das Comunidades” disse José Pereira Coutinho. “Sempre se esforçou por resolver os problemas e por estar próximo das Comunidades”.

José Pereira Coutinho é o Presidente da Associação dos trabalhadores da função pública de Macau e foi eleito em 2003 para o CCP, passando a integrar o seu Conselho Permanente até 2008, durante as presidências de António de Almeida e Silva e de Carlos Pereira. Entretanto foi eleito Deputado para a Assembleia Legislativa de Macau e está atualmente em campanha eleitoral para um novo mandato.

Diz-se consciente que a sua eleição para o CCP, contribuiu depois para a sua eleição para as funções de Deputado. Entretanto demitiu-se das funções de Conselheiro, deixando o lugar a outros elementos da lista que liderou para o CCP.

Na entrevista que deu a Rita dos Santos lembrou os anos em que foi membro do Conselho Permanente do Conselho das Comunidades, das relações com os demais Conselheiros e da importância do CCP “para resolver os problemas práticos das pessoas”.

 

Ver a entrevista AQUI.

 

Comunidade