Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Os desenhos de Valérie Linder, que se vão espalhando por este belo livro pensado como um caderno de esboços, retratam com um detalhe impressionista dezenas de vistas e momentos lisboetas, desde o omnipresente castelo de São Jorge, às roupas presas nos estendais dos bairros populares e ao pavão que deambula num dos jardins da cidade, sem esquecer, claro os azulejos e os elétricos amarelos.

Um livro com muita cor e pouco texto – afinal uma imagem vale por mil palavras – cujas aguarelas revelam a maneira como a organização urbana, o relevo, o Tejo, a História e as pessoas tocaram Valérie Linder de tal forma que a conduziram à inevitabilidade desta publicação. Um belo livro a oferecer a um qualquer amigo francês apaixonado por Lisboa. Parece que são cada vez mais.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 8 Votos
4.8
X