Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

O partido português LIVRE condena os atentados das passadas semanas que vitimaram o Professor Samuel Paty e três outros cidadãos Franceses e o atentado em Viena, que vitimou quatro cidadãos, tendo deixado mais de uma dezena de feridos, alguns em estado grave.

“Estes atos de motivação fundamentalista demonstram que o radicalismo e o fanatismo religiosos não podem ter lugar numa Europa Democrática. É necessário e urgente reforçar as respostas a nível nacional e da União Europeia para combater atos violentos e gratuitos como estes atentados e encontrar respostas comuns que os permitam evitar, envolvendo também decisores políticos e comunidades locais” diz uma nota do partido enviada às redações.

“A montante destas respostas está a necessidade de promover uma verdadeira integração dos imigrantes através de políticas transversais de integração e respostas sociais, por exemplo integrando imigrantes e refugiados em bairros culturalmente e socialmente diversos e garantindo o cumprimento da escolaridade obrigatória de todos os residentes menores no espaço europeu. Os que nos procuram como destino de imigração, assim como os cidadãos europeus, têm o direito a viver em segurança, mas também têm o direito à liberdade de pensamento e de expressão, princípios basilares de uma sociedade igualitária e fraterna. Desses princípios não poderemos abrir mão”.

A nota de imprensa conclui que “o LIVRE está solidário com os familiares das vítimas nestes momentos de luto para a nação francesa e para a nação austríaca, que são também momentos de luto para todos os cidadãos europeus”.

 

Política
X