Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A artista portuguesa Pongo é uma das vencedoras dos prémios Music Moves Europe, da Comissão Europeia, que distinguem artistas emergentes que representam “o som europeu de hoje e de amanhã”. A Francesa Kimberose ficou fora dos prémios europeus.

O nome dos oito vencedores, escolhidos de entre 16 nomeados de vários países, foi anunciado no festival Eurosonic, que decorreu em Groningen, nos Países Baixos.

Além de Pongo, que representava Portugal no concurso, o júri escolheu Meduza (Itália), girl in red (Noruega), NAAZ (Países Baixos), Anna Leone (Suécia), Harmed (Hungria), 5K HD (Áustria) e Flohio (Reino Unido).

Cada um dos vencedores irá receber um prémio de dez mil euros para promoção internacional. Além disso, foi ainda atribuído um Prémio do Público, no valor de cinco mil euros, a NAAZ.

Music Moves Europe é a estrutura da Comissão Europeia que congrega iniciativas e ações dedicadas a apoiar o setor da música.

Estavam ainda nomeados este ano: Kimberose (França), Au/Ra (Alemanha), Beast in Black (Finlândia), Charlotte Adigéry (Bélgica), Fontaines D.C. (Irlanda), Hugo Helming (Dinamarca), Perfect Son (Polónia) e Tribade (Espanha).

Pongo colaborou com os Buraka Som Sistema, dando voz ao tema “Kalemba (Wegue Wegue)”.

A cantora, que “mistura as suas raízes africanas, langa, zaïco, com EDM, bass music, dancehall e pop melódica, e acrescenta-lhe a sua voz poderosa mas igualmente frágil e sensível, arrastando-nos para o seu universo da dança”, editou no ano passado o EP “Baia”. Para fevereiro está prevista a edição de um novo EP, intitulado “WUA”.

 

Cultura
X