LusoJornal | Carlos Pereira

Portugal e França vão organizar uma “Temporada Cruzada” no domínio da Ciência e da Inovação

Ensino


A ideia de lançar uma “Temporada Cruzada” virada para a ciência e para a inovação é do Embaixador de Portugal em França, José Augusto Duarte, mas a Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, aderiu ao projeto e veio a Paris esta semana para se encontrar com a sua homóloga francesa, Sylvie Retailleau.

“Ontem reuni com a Ministra para ver se havia abertura do lado francês. Ficou decidido que sim. Relativamente às datas, será em 2024, mas agora, entre os dois Governos e com o Senhor Embaixador, vamos definir um grupo de trabalho e o programa” explicou a Ministra aos jornalistas na Embaixada de Portugal.

No ano passado teve lugar a “Temporada Cruzada França-Portugal” essencialmente na área cultural e foi considerado um sucesso. Esta iniciativa vai incidir sobretudo na área da ciência. “A França tem o maior número de Portugueses fora de Portugal, temos 1,2 milhões de Portugueses aqui, e, quer em Portugal quer em França há ciência de muito boa qualidade, mas não se sabe por vezes o que se faz em França e em Portugal. Com esta Temporada Cruzada, basicamente o que se quer promover é a investigação que se faz nos dois países, dar a conhecer, dar mais visibilidade, de forma a se estreitarem mais os laços de cooperação científica entre investigadores portugueses e investigadores franceses” disse Elvira Fortunato.

O estudo dos Oceanos é uma das matérias que já está assente que vai ser abordada. “É uma área que é comum aos dois países, em que há uma estratégia quer em Portugal, quer em França. Aliás, nós tivemos no ano passado a Conferência mundial dos Oceanos, em Lisboa, e este ano vai ser organizada em Nice pela França. Esta será, pois, uma das áreas prioritárias, mas para além desta existirão outras que irão ser trabalhadas” declarou a Ministra portuguesa.

Para além da “Temporada Cruzada”, Elvira Fortunato abordou também com Sylvie Retailleau, outros temas, como por exemplo “o ponto de situação sobre a cooperação bilateral na área da ciência e mecanismos de reforço, o reforço da concertação a nível europeu nas matérias de ciência, investigação e espaço, as oportunidades de cooperação entre instituições francesas e portuguesas de ensino superior e o ensino da língua portuguesa no ensino superior francês e da língua francesa no ensino superior português”.

O Embaixador de Portugal, organizou ainda uma visita da Ministra à Livraria Portuguesa e Brasileira de Michel Chandeigne, em Paris, uma visita ao Institut Pasteur, um almoço com a Associação de Diplomados Portugueses em França (AGRFr) e um jantar com personalidades do mundo científico francês.

Donativos LusoJornal