Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Portugal participa cientifica e tecnologicamente no satélite europeu de exploração de planetas extrassolares já identificados, CHEOPS, através do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e da empresa de engenharia Deimos, que tem a seu cargo os sistemas de processamento de dados. O satélite será lançado entre finais de 2018 e início de 2019, segundo a companhia aeroespacial francesa Arianespace.

O engenho será lançado da base espacial de Kuru, na Guiana Francesa, num voo operado pela Arianespace.

A missão, que prevê o estudo de mais de 3.500 exoplanetas, que orbitam uma estrela diferente do Sol, resulta de uma colaboração entre a agência espacial europeia (ESA) e a Suíça, contando com contributos de vários países, incluindo Portugal e França.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
5.1
X