Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

Pelo menos 14 candidatos com nomes de consonância portuguesa foram eleitos ontem nas eleições Regionais francesas, apesar do LusoJornal ter identificado 200 candidatos antes da primeira volta.

Depois da segunda volta, nas 13 Regiões continentais, apenas dois candidatos foram eleitos pela Oposição, como é o caso da Virginia de Oliveira, eleita na lista de Aleksandar Nikolic (Rassemblement National) na região Centre Val de Loire (departamento Eure-et-Loir). Aliás, Virginia de Oliveira é a única candidata franco-portuguesa da Extrema Direita eleita nestas eleições Regionais.

Todos os restantes candidatos foram eleitos pelas listas vencedoras das eleições. Valérie Pécresse elegeu três franco-portugueses na Região Ile-de-France – Ângela Páscoa dos Santos na Seine-et-Marne, Sandrine Berno dos Santos nos Yvelines e Geoffrey Carvalhinho (na foto) na Seine-Saint-Denis – e Laurent Wauquiez também elegeu três Conselheiros na Região Auvergne-Rhône-Alpes – Manuela de Castro Alves no Allier, Katia Serrano na Isère e Sophie Cruz pelo círculo Rhône hors métropole de Lyon.

Por exemplo, Virginie Rodrigues (Ardennes) foi eleita na Região Grand Est, na lista conduzida pelo Presidente Jean Rottner (LUCD) e Guillaume de Almeida Chaves (Haute-Garonne) foi eleito na Região Occitanie na lista da Presidente Carole Delga (LUGE).

Cinco das 13 regiões continentais e Corse não elegeram nenhum franco-português, pelo menos identificável pelo nome.

Todos os Presidentes de Região foram reeleitos, o partido Les Républicains saiu vitorioso da eleição, o Rassemblement National desceu consideravelmente e o Partido do Presidente Emmanuel Macron mostrou que continua a não ter expressão no eleitorado. A abstenção elevadissima, foi a grande vencedora das duas voltas das eleições Regionais francesas.

 

Política
X