Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
0MCb_3t7ue4
Donativos LusoJornal

Ainda não se sabe quando vai ser inaugurado, mas Richebourg – a localidade onde está o Cemitério Militar Português com 1.831 corpos de soldados portugueses que vieram combater na I Guerra Mundial, em França – vai passar a ter também um Jardim da Paz português.

102 anos depois de ter sido assinado o Armistício, é necessário criar espaços de paz e de reflexão sobre a paz, como explica Gilbert Fillinger, Diretor da associação Art & Jardins Hauts de France, que está na iniciativa do projeto.

Nesta entrevista conduzida por António Marrucho, participou Gilbert Fillinger mas também o arquiteto Ricardo Gomes da KWY e o paisagista Samuel Alcobia, da Baldios, porque foram os selecionados para a conceção do jardim português.

Ainda não há data definida para a inauguração do Jardim, até porque a pandemia de Covid-19 veio perturbar os planos, mas as obras devem começar nas próximas semanas.

 

Comunidade
X