Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O tenista português João Sousa tem pela frente a vertente de pares com o Argentino Leonardo Mayer, onde vão defrontar a dupla composta pelo Australiano John Peers e pelo Finlandês Henri Kontinen nesta terça-feira na primeira ronda de pares no torneio francês de Roland-Garros de ténis.

No ano passado, em 2018, a dupla luso-argentina foi eliminado nos oitavos de final pelos Espanhóis Feliciano López e Marc López.

Para o LusoJornal, João Sousa fez uma antevisão do encontro desta terça-feira no torneio francês de Roland-Garros de ténis.

Como podemos antever este jogo de pares?

É um encontro difícil para nós. São jogadores que conheço bem, eles também nos conhecem. Vai ser um jogo difícil para nós. Vamos dar o nosso melhor para tentar vencer.

É para repetir os oitavos do ano passado?

Não ponho objetivos nos pares. Eu gosto de jogar com o Leo, fazemos um bom par. Somos amigos e portanto é sempre bom poder jogar ao lado dele. Os resultados, se jogarmos bem, acabam por surgir. Espero poder jogar bem e que possamos fazer um bom resultado aqui.

É uma vantagem o João e o Leonardo jogaram nos singulares, além dos pares?

Os pares são completamente diferentes aos singulares, mesmo taticamente. É o nosso primeiro encontro, para eles também. Estamos iguais nesse sentido.

Como está o nível de confiança do João?

É mais um torneio, tento dar sempre o meu melhor com aquilo que tenho. Há que continuar a trabalhar para no futuro tentar ter mais e melhor. Acho que não faz sentido falar de confiança porque é algo que vai e vem.

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 7 Votos
9.9
X