Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O FC Porto perdeu hoje por 3-2 no reduto do Monaco, na segunda jornada da UEFA Youth League em futebol, cedendo a liderança do Grupo G à formação monegasca, numa partida em que esteve a vencer por 2-1.

No encontro que colocou frente a frente os vencedores da primeira jornada, entrou melhor o FC Porto, com um remate de Romário Baró ligeiramente ao lado, mas, na resposta, o Monaco chegou à vantagem por Jordi Mboula, logo aos quatro minutos.

Paulo Estrela, de livre, esteve perto da igualdade, aos 23 minutos, e, no minuto seguinte, o Mónaco ameaçou o segundo, através de um remate de Francesco Antonucci à base do poste direito da baliza defendida por Ricardo Silva.

Aos 27 minutos, o FC Porto desperdiçou uma grande penalidade por Diogo Dalot – que tinha marcado desta forma na jornada inaugural, frente ao Besiktas (5-1) -, a punir derrube de Ibrahima Diallo ao lateral portista. Emmanuel Mifsud defendeu.

O FC Porto não se deixou esmorecer e voltou a criar perigo e nova oportunidade de golo por Diogo Queirós, aos 33 minutos, com um cabeceamento defendido para canto por Mifsud, após livre cobrado, em arco, por Paulo Estrela.

Moreto Cassamá, aos 35 minutos, voltou a levar o perigo à baliza do Monaco, com um remate forte devolvido pela barra, deixando antever o golo da igualdade, que surgiu pelo mexicano Júnior Maleck (1-1), aos 45+1 minutos, após assistência de Madi Queta.

No início da segunda parte, o FC Porto inverteu mesmo o resultado, na sequência de um remate de Romário Baró desviado para o fundo da baliza monegasca por Badiashile Mukinayi, que traiu o seu próprio guarda-redes.

Os ‘dragões’ estiveram perto de aumentar a vantagem por Madi Queta, aos 65 minutos, mas o remate saiu à figura do guarda-redes e, em apenas oito minutos, o Mónaco voltou ao comando, com dois golos de Adrien Bongiovanni, aos 78 e 86.

O Monaco segue na primeira posição do grupo G, com seis pontos, seguido do FC Porto, com três. Leipzig e Besiktas, que empataram a 1-1, seguem na terceira e quarta posições, ambos com um ponto.

 

Mónaco 3-2 FC Porto

Jogo no estádio da formação do Monaco, em La Turbie

Árbitro: Alain Durieux (Luxemburgo)

Assistência: Cerca de 1.000 espetadores

Monaco: Emmanuel Mifsud, N’Gakoutou-Yapende, Boris Popovic, Badiashile Mukinayi, Abanda Mfomo (Amilcar Silva, 90+3 min), Ibrahima Diallo, Francesco Antonucci (Thuram Ilien, 46 min), Florian Antognelli, Jordi Mboula, Adrien Bongiovanni e Moussa Sylla. Suplentes: Jérémi Abonnel, Amilcar Silva, Jason Mbock, Thuram Ilien, Paul-Baptiste Behe, Maxence Toutain e Gobe Gouano. Treinador: Frédéric Barilaro.

FC Porto: Ricardo Silva, Diogo Dalot, Diogo Queirós, João Lameira, Diogo Bessa, Moreto Cassamá, Paulo Estrela, Romário Baró (Fábio Vieira, 83 min), João Mário (Mateus Santos, 68 min), Júnior Maleck e Madi Queta (Pedro Justiniano, 76 min). Suplentes: Mário Évora, Pedro Justiniano, Vítor Ferreira, Fábio Vieira, Mamadu Lamba, Mateus Santos e Jorge Teixeira. Treinador: João Brandão.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Adrien Bongiovanni (63 min), João Lameira (67 min) e Thuram Ilien (88 min).

Marcadores:

1-0, Jordi Mboula, 04 min

1-1, Júnior Maleck, 45+1 min

1-2, Badiashile Mukinayi, 54 min (própria baliza)

2-2, Adrien Bongiovanni, 78 min

3-2, Adrien Bongiovanni, 86 min

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
10.0
X