Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

No Dia Mundial do Judo, a portuguesa Joana Santos alcançou o lugar mais alto do pódio numa das maiores competições mundiais da vertente.

Na sua estreia na categoria -57 kg (transitou dos -63 kg), Joana Santos discutiu o título mundial com 11 atletas de 9 países. A portuguesa começou na segunda ronda, onde eliminou a cazaque Yegemberdiyeva. Na luta pelo acesso à final, derrotou K. Avdieieva, da Ucrânia. No seu último e derradeiro combate, Joana Santos superou a coreana H. Lee, conquistando a Medalha de Ouro e sagrando-se Campeã do Mundo.

 

O treinador Júlio Marcelino

“Desde há 2 anos que trabalhamos com o objetivo de vir a esta prova e alcançar a medalha. Devido à pandemia, a prova foi sendo adiada, mas não deixámos de trabalhar” diz Júlio Marcelino do Judo Clube Algarve, Treinador de Joana Santos. “A Joana é uma miúda que, seja em que prova for, surdos ou não, consegue quase sempre bons resultados. Por isso, tinha uma perspetiva de medalha para ela, apesar de não conhecer muito bem as adversárias”.

Júlio Marcelino explica que “a Joana já foi Campeã Surdolímpica e venceu imensas medalhas na categoria -63 kg e esta foi a primeira vez que ela combateu nos -57 kg. Para mim, é um sabor muito especial, conseguirmos este resultado no Dia Mundial do Judo. Foi uma das coisas que lhe disse, tinha de ser para nós, não podia ir para a Coreia. Penso que foi uma das coisas que a motivou também. Neste Campeonato do Mundo não participaram brasileiros e por isso, não sei o que vamos encontrar nos Jogos Surdolímpicos no Brasil em maio. Penso que o nível vai ser superior. Aos 31 anos, acho que é uma boa oportunidade para a Joana e vamos treinar muito para manter este nível e qualidade.”

 

Ferro Rodrigues felicitou Joana Santos

O Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, felicitou ontem a judoca Joana Santos pela conquista do título mundial em Versailles, em França.

“Em meu nome e em nome da Assembleia da República, felicito a judoca Joana Santos pelo título de Campeã do mundo, na categoria -57 kg, nos Mundiais para surdos”, pode ler-se na mensagem.

Ferro Rodrigues realçou o facto de Joana Santos, única judoca surdolímpica em Portugal, ser a única representante portuguesa na competição, que junta 164 judocas de 26 países, dando a atleta como “um exemplo de superação, que tanto tem honrado Portugal e os portugueses, e é merecedor de reconhecimento”.

O Campeonato do Mundo de Judo de Surdos – Versailles 2021 realiza-se até este sábado, 30 de outubro, reunindo 164 atletas de 26 países. A judoca do Judo Clube Algarve tem agora as atenções nos Jogos Surdolímpicos agendados para maio de 2022 em Caxias do Sul, no Brasil.

 

Desporto

 

X