Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

25 de Abril: Associação Nacional dos Alistados das Formações Sanitárias levou cravos ao Mont Valérien

Donativos LusoJornal

 

A Representação em França da Associação Nacional dos Alistados das Formações Sanitárias (ANAFS) deslocou-se este domingo 25 de abril, Dia da Liberdade, da Revolução dos Cravos, ao Memorial de la France Combattante, no Mont Valérien, e deixou um arranjo de cravos, “em memória de todos aqueles que lutaram, que lutam ou que morreram pela Liberdade”.

“O local escolhido foi o Mont Valérien devido à impossibilidade de deslocação ao Monumento do 25 de Abril, em Fontenay-sous-Bois, devido às restrições por causa da pandemia” disse numa nota enviada ao LusoJornal o representante em França desta organização, Fernando Baptista. “Também porque é um local cheio de simbolismo, pelo facto da execução de centenas de Resistentes franceses durante a Segunda Guerra Mundial, e hoje [ontem, domingo] ser o Dia Nacional de memória das vítimas e heróis da deportação”.

A ANAFS é instituição de utilidade pública reconhecida pela Presidência do Conselho de Ministros, Organização Não-Governamental de Desenvolvimento reconhecida pelo Instituto Camões, para além de membro da Rescue International Assistance League, institutição reconhecida pelo Secretário-geral das Nações Unidas.

“A segurança é, sem dúvida, conjuntamente com a liberdade, uma das principais preocupações das sociedades modernas e só o conhecimento dos órgãos, serviços e estruturas responsáveis pela proteção de pessoas e bens, bem como dos seus mecanismos de resposta, tornarão o cidadão e as comunidades mais felizes e certas de futuros mais risonhos” lê-se na apresentação da instituição. “Foi e é a intenção da ANAFS divulgar e melhorar o conhecimento sobre a segurança de pessoas e bens, ensinando medidas de primeira intervenção que permitam ao rentabilizar esses conhecimentos, servirem as suas instituições ou organismos, as suas comunidades, logicamente o nosso país e a própria Humanidade. Esta é a missão de cidadania que nos propomos seguir e respeitar”.

 

Comunidade
X