Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

Vítor Gabriel Oliveira começou a escrever para o LusoJornal logo desde que chegou a França e quando trabalhava para uma instituição bancária.

Originário de Coimbra trabalha agora na área dos recursos humanos, mas sempre continuou a escrever para o LusoJornal. Criou mesmo uma rubrica nas “entrevistas-vídeo” do LusoJornal, intitulada “Palavras Concretas”.

Graças a Vítor Oliveira, a Comunidade portuguesa de Toulouse e da sua região, tem presença regular nas páginas do LusoJornal.

 

Enquanto leitor, lembra-se quando começou a ler o jornal?

Comecei a ler o LusoJornal ao chegar a França, quando emigrei. Recuperava-o nos comércios locais de origem portuguesa e no Vice-Consulado de Portugal em Toulouse.

 

Lembra-se do primeiro artigo que escreveu?

Não me lembro exatamente, mas tenho ideia que foi sobre a minha participação numa festa portuguesa, organizada por uma associação.

 

Na sua opinião, qual é a importância do LusoJornal para a Comunidade portuguesa de França?

Fulcral. Quem não comunica, não tem o mesmo peso, e o mesmo poder de incrementação. De ideias, de pessoas, associações, etc… Pessoalmente escrevo artigos, ultimamente com menos regularidade, por força de motivos profissionais. Mas comecei também a participação com entrevistas online, que espero retomar em breve.

 

Comunidade

 

X