Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Desporto

 

A Airbus Atlantic, especializada em componentes de aviões, inaugurou ontem uma fábrica em Santo Tirso onde conta atingir 250 trabalhadores para o ano, indicou o Presidente executivo da empresa, Cédric Gautier. Na inauguração participou o Primeiro Ministro António Costa e o Secretário de Estado da Internacionalização, Bernardo Ivo Cruz.

O primeiro-ministro disse que a área da indústria aeroespacial é uma área onde Portugal quer continuar a crescer e que, atualmente, representa já mais de 18.000 postos de trabalho.

“Portugal definiu em 2017 a área do aeroespacial como um novo ‘cluster’ que nós queremos desenvolver no nosso país”, afirmou o Primeiro Ministro durante a inauguração da Airbus Atlantic Portugal, em Santo Tirso.

Atualmente, Portugal tem cerca de 90 empresas, mais de 18.000 postos de trabalho e um volume de negócios de 1.700 milhões de euros anuais na área da indústria aeroespacial em diferentes polos do país, especificou.

O grupo tem atualmente perto de 130 trabalhadores na unidade, que começou a construir em 2020, e espera atingir os 250 no final de 2023, de acordo com o responsável, num ‘briefing’ aos jornalistas.

A Airbus Atlantic equaciona ainda aumentar a capacidade desta unidade de Santo Tirso, tendo já comprado terrenos maiores do que aqueles que está a utilizar, mas ainda não tomou essa decisão, referiu Cédric Gautier, que não quis também confirmar o investimento realizado na unidade.

Segundo a empresa, “Santo Tirso foi escolhido pelo ambiente empresarial saudável que Portugal oferece e pela sua proximidade estratégica a estruturas logísticas como o aeroporto do Porto e o Porto de Leixões, bem como pelo seu dinâmico ecossistema de inovação e empreendedorismo”.

Com esta fábrica, “a Airbus Atlantic pretende desenvolver gradualmente uma forte competência no fabrico de aeroestruturas no norte do país, de forma a apoiar a sua competitividade e complementar a sua presença industrial global em três continentes e cinco países (Europa, América do Norte e norte de África)”.

Neste momento, a Airbus Atlantic Portugal produz secções de fuselagem frontal da família A320, painéis para a fuselagem frontal da família A350, bem como painéis e molduras para a porta de carga da família A320, sendo que, “à medida que o local se desenvolve para apoiar a construção do corredor único, será levado a produzir todos os componentes para as secções 11,12 e 13/14 da família A320”.

A Airbus conta com 13.000 colaboradores, em cinco países e três continentes, incluindo cerca de 10.000 em França.

 

Donativos LusoJornal

 

X