Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Comunidade

 

A Câmara de Alcochete aprovou, por unanimidade, a celebração de um Protocolo de colaboração com a Direção-Geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesas com vista à instituição do Gabinete de Apoio ao Emigrante no concelho.

O serviço surge no âmbito do Programa Nacional de Apoio ao Investimento da Diáspora (PNAID), que pretende promover o investimento da diáspora, as exportações e a internacionalização das empresas nacionais com a constituição de uma Rede de Apoio ao Investidor da Diáspora.

“Estes Gabinetes de apoio aos emigrantes são estruturas de apoio aos cidadãos portugueses que estão emigrados, mas também aos que regressam a Portugal e aos que pretendem iniciar um processo migratório. O objetivo é apoiar e informar os referidos cidadãos em várias áreas de intervenção, nomeadamente a área social, jurídica, económica e empresarial, mas também na área da educação, emprego e formação profissional, entre outras”, disse o presidente da Câmara de Alcochete, Fernando Pinto.

Sob a coordenação do Gabinete de Apoio ao Investidor da Diáspora, que funciona junto da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, esta rede mobiliza de forma articulada municípios, associações, incubadoras e serviços do Estado para um acompanhamento mais próximo dos nossos investidores ao nível da informação, orientação profissional, facilitação institucional, procura de fontes de financiamento, network local e regional, entre outras valências.

Donativos LusoJornal
X