Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Na passada quarta feira, dia 4 de março, os alunos de 10º e 11º anos da Secção portuguesa do Liceu Honoré de Balzac, em Paris, não deixaram escapar a oportunidade de comparecer ao encontro que a Livraria portuguesa e brasileira propôs entre Mia Couto e os seus leitores.

Foi com grande prazer que, acompanhados pelas nossas professoras de História e de Literatura, nos deslocámos até ao histórico bairro parisiense do Panteão. Após uma curta espera, tivemos a grata surpresa de ver Mia Couto juntar-se a nós na bonita Place de l’Estrapade, para generosamente tirar uma fotografia connosco.

Apesar do espaço limitado da livraria, muitos foram os leitores que aguardaram pelo seu momento de partilha com o autor, numa fila que foi crescendo pelo passeio fora.

Enquanto isso, tivemos a ocasião de nos cruzarmos com o Embaixador de Portugal em França – Jorge Torres da Silva, o Conselheiro Cultural da Embaixada, João Pinharanda e o Conselheiro da Mairie de Paris Hermano Sanches Ruivo.

Já dentro da livraria, cada um teve a oportunidade de ver os seus livros autografados e até de trocar breves considerações com Mia Couto. Nos dias que correm, encontros destes são perigosos – grande foi o risco de ter contagiado os presentes com o vírus da leitura.

Conscientes de que raras são as ocasiões de conhecermos pessoalmente um autor cujas obras estudamos, partimos com o sentimento de termos enriquecido a nossa cultura literária e cheios de vontade de conhecer melhor a obra deste Moçambicano que, a cada página, nos abre novas portas da lusofonia.

 

Texto escrito para o LusoJornal pelos alunos de 10º e 11º anos da Secção portuguesa do Liceu Honoré de Balzac

 

Ensino
X