Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

No Parc des Sports de Vandœuvre-lès-Nancy, nesta sexta-feira 2 de março, a equipa do Nancy que conta com o internacional português José Costa vai defrontar o Chartres, que tem quatro atletas portugueses no plantel, num jogo a contar para a 17a jornada do Campeonato francês da segunda divisão de andebol.

Em entrevista ao LusoJornal, José Costa, internacional português do Nancy, fez uma antevisão deste jogo frente ao Chartres, bem como da situação atual da equipa do Leste da França.

 

O Chartres ocupa o 3° lugar e conta com quatro portugueses, vai ser um jogo complicado?

Em casa tem sido diferente. Temos tido mais êxito em casa do que fora. Agora só nos resta lutar no próximo jogo como fizemos frente ao Sélestat na precedente semana e que vencemos. Vamos tentar ganhar, simplesmente.

 

Com 60 golos, José Costa é o segundo melhor marcador da equipa, no último jogo foram sete na derrota frente ao Pontault Combault por 33-29, como podemos analisar a sua atuação?

Admito que individualmente foi um jogo bem conseguido. Sinto que consegui fazer bem o meu trabalho no último jogo, mas também não lhe dou muito valor num jogo em que não houve história. Fico contente é verdade, porque é melhor marcá-los do que falhá-los, mas como foi o jogo, não dou valor.

 

A situação do Nancy, que ocupa o último lugar, é crítica?

Não é um momento crítico neste momento, porque nós andamos nisto há algum tempo e andamos sempre nos últimos lugares. Acho que quanto mais o tempo passa, mas crítico vai começar a ficar, isso é verdade, mas o certo é que da nossa posição ao oitavo lugar há apenas quatro pontos de diferença. Quer dizer que basta ganhar um jogo e os adversários perderem e nós passamos logo três ou quatro lugares. Acho que, com a equipa que temos e com a mentalidade que temos, vamos andar até ao fim nesta luta.

 

O Nancy vai jogar frente ao Chartres pelas 20h30. Recorde-se que o Chartres conta com quatro português: Ricardo Candeias, Miguel Baptista, Fábio Magalhães, e Nuno Roque.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
10.0
X