Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A Seleção Portuguesa de andebol mede forças neste domingo com a Seleção Francesa, em Strasbourg, pelas 17h30, um jogo a contar para a quarta jornada da fase de apuramento para o Euro-2020.

Recorde-se que na passada quinta-feira, Portugal derrotou a França em Guimarães por 33-27 num jogo a contar para a terceira jornada da fase de apuramento para o Euro-2020 de andebol.

O timoneiro da formação lusa, Paulo Pereira, assumiu que Portugal continua a trabalhar para estar ao seu melhor nível no domingo: « Nós vamos fazer o mesmo que fizemos no jogo anterior, em termos de estratégia, vamos ter que rapidamente pensar sobre a questão da falta do Daymaro Salina, o que para nós implica aquela relação entre os defensores centrais, trabalhada na Seleção e no Clube, há bastante tempo, e vamos tentar, com o Luís Frade, para que ele consiga consolidar rotinas o mais rapidamente possível. Nós continuamos com a mesma pressão que tínhamos antes, sabemos que a França se quer redimir, porque contribuimos muito para que eles não fizessem um bom jogo, por isso acredito que a pressão esteja um pouco mais do lado de França, eles querem voltar a ter a credibilidade de toda a gente », admitiu Paulo Pereira, Selecionador Nacional, que fez uma antevisão do jogo deste domingo: « Nós jogámos de forma excecional e é preciso assumir isso mesmo, fomos para dentro de campo para isso, já quase o tínhamos conseguido com grandes equipas, recentemente, e desta vez conseguimos, ainda por cima com uma seleção tão interessante, de certeza que eles vão corrigir alguns erros e nós esperamos que não sejam todos », frisou o técnico.

O selecionador nacional também recordou o jogo de quinta-feira: « Nós sempre sentimos que podíamos vencer este jogo, desde o início. É certo que este tenha sido o jogo da minha vida a que mais tempo dediquei e preparei, mas isso foi apenas uma parte, porque a outra parte, a mais importante, se calhar, para mim, é a forma como conseguimos que os atletas não hesitassem em nenhum momento. Foi a palavra de ordem », explicou o Paulo Pereira, acrescentando: « O mais importante tem a ver com a forma como eles conseguiram primeiro interpretar este plano de jogo e depois a forma como se dedicaram a este jogo de coração. Foi o melhor jogo da Seleção Nacional. Também é o culminar de muito tempo de trabalho, agora é mais fácil comunicar, comunicamos mais facilmente entre nós », concluiu.

O jogo decorre no Rhénus em Strasbourg neste domingo 14 de abril pelas 17h30.

Recorde-se que Portugal lidera com seis pontos, resultantes de três vitórias em outros tantos encontros, seguido da França com quatro, também em três jogos.

Com Federação Portuguesa de Andebol.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
10.0
X