1   +   1   =  

Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Associação Portuguesa de Villeneuve Saint Georges comemorou 29 anos com concerto de Elena Correia

LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha

A Associação Cultural e Desportiva dos Portugueses de Villeneuve Saint Georges festejou no fim de semana passado o seu 29° aniversário com um Festival de folclore no domingo 12 de maio e um espetáculo com o grupo musical Hexagone e a cantora Elena Correia, no sábado 11 de maio.

Esta foi a primeira vez que Elena Correia subiu aos palcos da associação portuguesa de Villeneuve Saint Georges. “Eu não estou nada virado para programar artistas que vêm de Portugal” explica o Presidente Rui Tavares. “A Elena Correia tem vindo a fazer um bom trabalho, é a primeira vez que vem cá e trouxe muita gente. O público aderiu. Quanto ao grupo Hexagone, já cá têm tocado mais vezes” disse ao LusoJornal.

David Correia, marido e manager da cantora portuguesa da região parisiense confirmou que “foi um grande espetáculo, com músicos e dançarinas. Como havia muitas festas aqui à volta e muitas deles tinham entrada gratuita, tive algum receio, mas finalmente há muito público. Parabéns à associação por ter apostado na Elena Correia”.

O momento mais emocionante do concerto foi certamente quando o filho da cantora, o pequeno Mickael, subiu também ao palco com uma concertina. “Ele adora subir para o palco e tocar com a mãe. Quando podemos, trazemos o Mickaël connosco” confirma o pai da criança.

David Correia anuncia “para estes dias” a saída de um novo single da cantora e o novo álbum vai ser lançado “ou no fim deste ano ou no início de 2020”.

“Entretanto temos uma agenda bem carregada” confirma David Correia, confirmando “muitas datas” em França, todo o agosto em Portugal e depois outra vez em França e três datas na Suíça, em junho, outubro e novembro. “O público da Suíça acolhe muito bem a Elena Correia”.

 

Folclore e futebol são as duas atividades da coletividade

O evento teve lugar no Ginásio Léo Lagrange, em Villeneuve Saint Georges, que no dia seguinte acolheu os grupos Aldeias do Vez de Rosny-sous-Bois, Juventude de Villeneuve-le-Roi, Margens do Lima de Choisy-le-Roi, Saudades de Portugal de Champigny-sur-Marne, Flor do Lima de Villiers-le-Bel e, claro, o grupo da casa, Flores do Lima de Villeneuve Saint Georges.

Para além do folclore – com um grupo que representa as danças e tradições de Ponte de Lima – a Associação Cultural e Desportiva dos Portugueses de Villeneuve Saint Georges tem também duas equipas de futebol, uma no Campeonato distrital e outra na Liga de Paris.

Rui Tavares é o Presidente da associação desde 2013, substituindo o anterior Presidente. “Foi um grande desafio já que o anterior Presidente ocupou esta função durante 23 anos mas tenho uma equipa de 7 pessoas da Direção, todos jovens e queremos sobretudo inovar, motivar estes jovens para o rancho e para o futebol, onde, em 2017, conseguimos subir de divisão” disse o Presidente ao LusoJornal.

Rui Tavares diz que “a Mairie está a 200% connosco. Somos a única associação portuguesa, eles sabem que estamos muito motivados e ajudam sempre. É raro haver associações a terem tantas vantagens, todos os fins de semana confiam-nos as chaves de duas carrinhas para transportarmos os nossos jogadores, e cedem-nos o campo de futebol”.

A associação tem uma sede própria, com 300 metros quadrados, construída pelos membros, com o apoio de várias empresas locais e é nessa sede que organiza regularmente vários eventos. Rui Tavares destacou ao LusoJornal a última “Festa da Mulher”, que juntou mais de uma centena de mulheres na sede, e depois a “Festa do Homem”, também muito concorrida “e com um delicioso porco no espeto”.

Duas vezes por ano, a associação recorre ao Ginásio municipal, em maio, para o aniversário da associação, como agora aconteceu, e depois em outubro, para uma grande Rusga.

 

LusoJornal Artigos

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.4
X