Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Associação Portuguesa Folclórica do Hérault comemorou 10 anos de existência

LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio LusoJornal / Tony Inácio

A Associação Portuguesa Folclórica do Hérault (APFH) – Rancho Tradições do Minho festejou no passado dia 18 de maio, o seu 10° aniversário.

Fundada em 2009 por José Aguiar Lima, a associação não parou de crescer desde a sua criação, e participado ao longo destes 10 anos em múltiplos Festivais de folclore em toda a França.

Depois de José Aguiar Lima, a associação já foi presidida por Filipe Dantas, Manuel da Costa e Fátima Dantas, e, cada um à sua maneira, fez evoluir a associação hoje presidida por Ricardo Márcio.

A APFH-Rancho Tradições do Minho tem atualmente 60 elementos a dançar e na tocata.

No dia 18, a Festa de aniversário foi organizada na Salle José Janson, em Fabrègues, e correspondeu às espectativas do público que a considerou “maravilhosa”.

Desde o início da noite, já com os convivas instalados à mesa, o grupo folclórico da casa, Rancho Tradições do Minho, subiu ao palco para um momento esperado de demonstração do folclore da região do Minho.

Seguiram-se os discursos dos anteriores e do atual Presidente, assim como a entrega de um troféu comemorativo do 10° aniversário, onde estava gravado o nome e o período em que que cada um assumiu a respetiva presidência.

O jantar também agradou aos presentes, uma Carne de Porco à Alentejana seguida, já depois da sobremesa, de um grande bolo de aniversário onde também estavam as fotografias de todos aqueles que já ocuparam a Presidência da coletividade durante os 10 primeiros anos de vida. Aliás o público cantou em coro os parabéns à associação.

Em termos musicais, o organista Leonel Figueiredo foi o primeiro a subir ao palco, acompanhando a cantora Lu Salgueira Gonçalves. E quando a sala já estava animada entrou em cena Chris Ribeiro que, apesar de um braço partido e com gesso, conseguiu fazer um espetáculo inesquecível.

O Presidente Ricardo Márcio agradeceu a todos os voluntários que ajudaram a organizar esta “bela noite de aniversário” e o baile continuou noite dentro com Leonel Figueiredo e a sua equipa.

LusoJornal Artigos

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.8
X