Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Depois de «Asterix, l Goulés», «L Galaton» e de «L Papiro de César», a banda desenhada que ilustra as aventuras de Astérix e Obélix vai ter uma nova edição em língua mirandesa, com «Asterix an Eitália», a tradução de «Astérix e a Transitálica» (edições Asa).

A tradução esteve a cargo do linguista José Pedro Ferreira, com a parceria de Carlos Ferreira, Presidente da Associação de Língua e Cultura Mirandesa. Segundos os tradutores, apesar da «dificuldade para encontrar equivalentes para todas as referências ao universo cultural francês», que neste volume incluem figuras tão díspares como Émile Zola, Alain Prost ou Hervé Vilard, o trabalho acabou por ser «gratificante».

O mirandês é falado por pouco mais de 12 mil pessoas e a sua tradição tem sido transmitida oralmente ao longo dos séculos

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
8.0
X