Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A campa de Maëlys de Araújo, a criança assassinada em agosto de 2017, quando tinha apenas 8 anos de idade, foi vandalizada em Tour-du-Pin (Isère). Uma estatueta que tinha sido colocada na campa da criança em agosto deste ano, quando passavam dois anos da morte de Maëlys, foi roubada.

Jennifer de Araújo, a mãe de Maëlys diz-se “escandalizada” quando constatou que tinham roubado vários ornamentos da campa da filha e implora aos ladrões de devolverem pelo menos a estatueta.

Este é mais um choque para Jennifer de Araújo, quando ainda está em investigação o único suspeito deste caso, Nordahl Lelandais.

O Maire da cidade já prometeu aumentar as rondas da polícia municipal na zona do cemitério.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 0 Votos
0.0
X