Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

Carlos Queirós de Abreu foi nomeado, em regime de comissão de serviço, para exercer as funções de Adjunto da Coordenadora do ensino português em França. O Despacho foi publicado ontem no Diário da República.

O regime de ensino português no estrangeiro “estabelece a existência, nos países e áreas consulares em que a rede de ensino português o justifique, de estruturas responsáveis pela coordenação local do ensino português nos respetivos países, em todos os níveis da educação escolar e da educação permanente, nomeadamente nos cursos de língua portuguesa e nas ações de difusão da língua e cultura portuguesas” e podem ser designados Adjuntos de coordenação de ensino português no estrangeiro, “em situações devidamente fundamentadas”.

“Considerando a dimensão da área geográfica abrangida pela Coordenação de ensino português em França, o elevado número de cursos e alunos, bem como a necessidade de provimento do lugar em face da cessação da comissão de serviço da anterior titular do cargo, a seu pedido, ouvida a respetiva Coordenadora de ensino” o Presidente do Instituto Camões, João Ribeiro de Almeida, “designou o licenciado Carlos Manuel Queirós de Abreu, em regime de comissão de serviço, pelo período de três anos, para exercer as funções de adjunto de coordenação do ensino português no estrangeiro, em acumulação com as funções de professor, na estrutura de Coordenação de França”.

Carlos Queirós de Abreu nasceu a 2 de outubro de 1975. É licenciado em História, variante História da Arte (2001) pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Fez a profissionalização – Ramo de Formação Educacional, na Escola EB 2/3 da Branca, e é formador certificado pelo Centro de Formação Profissional de Aveiro.

O novo Adjunto já desempenha funções docentes, como professor de História, no EPE em França, desde 2003. Lecionou na Secção Internacional Portuguesa do collège-lycée Europole, em Grenoble (2004-2005); na Secção Internacional Portuguesa do collège-lycée Honoré de Balzac, em Paris (2005-2008); na Secção Internacional Portuguesa do collège Jean-Moulin em Chaville (2008-2015) e atualmente leciona na Secção Internacional Portuguesa do collège-lycée Montaigne, em Paris, onde exerce igualmente funções de Coordenador da referida secção.

Segundo o Despacho do Instituto Camões, participa regularmente na elaboração dos exames do OIB (Opção Internacional do Baccalauréat) e tem integrado os júris de avaliação das provas escritas e orais. É igualmente avaliador dos exames orais de história e de geografia do 9º ano. Fez parte do júri local dos exames de certificação (2017-2019), realizados na Coordenação do Ensino Português no Estrangeiro – França.

Em 2019, a convite da Direção-Geral do Ensino do Ministério da Educação francês (DGESCO) colaborou na elaboração dos novos programas de história e de geografia para as Secções internacionais.

 

Ensino

 

X