Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

O Treinador do Créteil/Lusitanos, Carlos Secretário, deixou o clube, alegadamente por razões de saúde.

“Na sequência de uma reunião entre o Presidente Armando Lopes e o Treinador Carlos Secretário, foi decidido pôr fim, de comum acordo, a colaboração entre o USCL e o seu Treinador principal” diz um comunicado oficial do clube.

Carlos Secretário, antigo internacional português e antigo jogador do FC Porto e do Real Madrid, já tinha treinado também o Lusitanos de Saint Maur. O Créteil/Lusitanos lembra que Secretário permitiu ao clube de subir, na época 2018-19, ao campeonato National francês, e que na época passada, “marcada por uma paragem brusca do campeonato National, o Treinador concluiu de forma satisfatória a época 2019-20”, com 9 vitórias, 8 empates e 8 derrotas, tendo acabado no 9° lugar da classificação do National.

O clube presidido por Armando Lopes explica, em comunicado, que “esta decisão de fim de colaboração foi tomada por Carlos Secretário por razões pessoais” e o próprio Treinador, numa breve mensagem que deixou nas redes sociais, explicou que se trata de razões de saúde.

“É neste contexto que o Treinador do USCL informou que não pode continuar a guiar o seu grupo em direção dos objetivos fixados pelo clube” diz o comunicado do Créteil/Lusitanos. “Uma lembrança ficará para sempre desde antigo jogador do Real Madrid, que nos deu a honra de treinar o USCL”.

O clube agradece a Carlos Secretário pela sua “implicação” e pelo seu “profissionalismo” e deseja-lhe “muita coragem” para o futuro.

Enquanto o clube não contrata um novo treinador, os Adjuntos de Carlos Secretário, Manuel Ramos, Edgar Sá e Franck David, devem assegurar a transição.

 

Desporto
X