Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Ciclismo: Geraint Thomas venceu Tour’2018, José Azevedo acompanhou Katusha

LusoJornal / Marco Martins LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga

O britânico Geraint Thomas criou a surpresa do Tour’2018 ao vencer pela primeira vez a prova. O ciclista galês, que representa a equipa Sky, acabou por ganhar a corrida, isto apesar do líder da equipa ser Chris Froome, corredor que venceu quatro vezes o Tour de France.

Geraint Thomas acabou no primeiro lugar, com a camisola amarela, à frente do holandês Tom Dumoulin, da equipa Sunweb, e do britânico Chris Froome, também da equipa Sky.

A camisola verde dos pontos foi arrecadada pelo eslovaco Peter Sagan da equipa Bora-Hansgrohe. O francês Julian Alaphilippe da equipa Quick-Step Floors venceu a camisola da montanha, enquanto outro francês, Pierre Latour, da equipa AG2R La Mondiale, foi o melhor jovem, e por fim a equipa espanhola Movistar venceu a classificação por equipas.

O Tour’2018 não contou com nenhum ciclista português. Há alguns anos que esta situação não acontecia durante a mítica prova francesa.

Recorde-se que em 2017 havia apenas um ciclista português – Tiago Machado -, enquanto em 2016 havia dois – Nelson Oliveira e Rui Costa – e em 2015 havia cinco ciclistas: os portugueses Rui Costa, Nelson Oliveira, Tiago Machado, José Mendes, e o lusodescendente Armindo Fonseca.

De notar que o recorde de participação portuguesa no Tour nestes últimos anos foi em 2014 com seis atletas: os portugueses Rui Costa, Nelson Oliveira, Tiago Machado, José Mendes, Sérgio Paulinho, e o lusodescendente Armindo Fonseca.

José Azevedo, Diretor da equipa Katusha

A presença portuguesa ficou então marcada pelo Diretor da equipa Katusha, José Azevedo. O antigo ciclista luso dirige agora a equipa Katusha, que não venceu nenhuma etapa durante o Tour’2018.

O melhor ciclista da equipa foi o russo Ilnur Zakarin que terminou no nono lugar a 12 minutos e 37 segundos do vencedor da prova. Ainda nas classificações paralelas, o germânico Nils Politt acabou no 13° lugar a 2 horas, 38 minutos e 41 segundos do vencedor do prémio de melhor jovem, Pierre Latour. Na classificação por equipas, a Katusha terminou no 17° lugar num total de 22 equipas.

A equipa Katusha também não teve sorte visto que o sprinter alemão, Marcel Kittel, que terminou no terceiro lugar na primeira etapa, e no quinto lugar na quarta etapa, acabou por desistir na 11a etapa. Marcel Kittel era a grande aposta de José Azevedo para ganhar etapas, ele que já conquistou 14 na sua carreira.

O Tour’2018 acabou. O Tour’2019 parte de Bruxelles, na Bélgica.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 6 Votos
9.5
X