Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O ciclista português José Gonçalves (Katusha-Alpecin) está a fazer o seu segundo ano junto da elite do ciclismo mundial, mostrando-se já mais adaptado, num ano em que ainda deverá ficar fora da Volta a França. “É diferente correr no World Tour, mas já é o meu segundo ano e já estou mais habituado”, disse José Gonçalves, que, no seu ano de estreia na Katusha-Alpecin, venceu a Ster ZLM, na Holanda.

A participar na Volta ao Algarve, José Gonçalves adiantou à Lusa que deverá participar pela segunda vez na Volta à Itália, prova que na última temporada terminou na 60ª posição da geral. “Acho que ainda não é este ano o Tour. Gostaria de fazer um dia o Tour. Em princípio estou para ir ao Giro e depois logo se vê”, assumiu Gonçalves, que já esteve em três voltas a Espanha.

2012 foi o último ano de José Gonçalves em Portugal, quando corria na Onda-Boavista, assinando pela La Pomme Marseille, também do escalão continental (terceiro escalão) e na qual esteve duas temporadas, o mesmo número de anos em que vestiu a camisola da Caja Rural.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.7
X