Coletes Amarelos: Jérôme Rodrigues gravemente ferido num olho

Jérôme Rodrigues, um dos manifestantes dos Coletes Amarelos, recentemente entrevistado pelo LusoJornal, foi hoje gravemente ferido nos confrontos em Paris e a Prefeitura de Polícia de Paris pediu a abertura de um inquérito junto do IGPN.

Jérôme Rodrigues é próximo de Eric Drouet, um dos líderes do movimento e diz que vai perder o olho. O LusoJornal não conseguiu ainda falar com o manifestante, mas a fotografia que publicámos foi difundida pelo próprio nas redes sociais. “Vou perder o meu olho, família. Minha família” escreveu.

A participação nas manifestações deste sábado desceu, e as autoridades francesas falam em cerca de 22.000 participantes em todo o país. Em Paris, às 14h00, a Polícia contabilizava 2.500 manifestantes, mas a manifestação desgenerou ao fim da tarde, na zona da Bastille, onde estava precisamente Jérôme Rodrigues.

Eric Drouet tinha apelado para uma “Noite amarela” na praça da République e os confrontos entre a polícia e os manifestantes ocorreram, não muito longe, na Bastille.

Jérôme Rodrigues teria sido atingido no olho por um tiro de flashball, apesar da controvérsia quanto à utilização destas “armas de defesa” (LBD). Aliás, o Ministro do Interior tinha prometido que os polícias com LBD estariam sistematicamente equipados com uma camera para provarem o caráter de defesa quando fossem utilizadas estas armas.

Neste momento, não temos mais informações nem sobre o estado de saúde de Jérôme Rodrigues, nem sobre os resultados do inquérito que foi aberto no seguimento deste incidente.