Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Com Alice, entrando no país de Gil Vicente…

Os alunos das Secções Internacionais Portuguesas de Saint Germain-en-Laye e Saint Cloud estiveram presentes na Fundação Calouste Gulbenkian, em Paris, no passado dia 12 de abril, para um encontro com a escritora Catarina Barreira de Sousa, que veio apresentar a sua obra “Alice no país de Gil Vicente”, com o patrocínio da Fundação e o apoio do Instituto Camões, através da Coordenação do Ensino do Português em França.

O professor Miguel Guerra, organizador desta iniciativa e amigo pessoal da escritora, começou por apresentar a biografia e o seu percurso profissional, sempre sob o olhar atento da mesma.

Três alunos da turma de Seconde (10° ano) do Liceu Internacional fizeram uma leitura dramatizada de uma continuação da obra criada pelos próprios.

Depois, foi a vez dos alunos de Première (11° ano) do Liceu Alexandre Dumas apresentarem uma leitura expressiva de três excertos, escolhidos pela autora, e previamente preparada na aula com a professora Carla Lourenço. A turma de Seconde da mesma Secção Internacional Portuguesa foi assistir à atividade como forma de motivação para a leitura da obra no próximo ano letivo.

Foram realizados diversos trailers da obra por parte dos alunos das turmas de Troisième (9° ano) do Liceu Internacional e do Colégio Pierre et Marie Curie de Le Pecq. Podem ser vistos no blogue da professora Isabel Costa (http://ler-em-portugues.blogspot.com/2019/04/ao-encontro-de-gil-vicente-pela-mao-de.html)

A escritora ficou muito comovida e agradeceu as intervenções dos alunos, depois explicou por que motivo tinha escrito esta homenagem a Gil Vicente e referiu os nomes das professoras que tinham tido uma influência marcante na sua vida. Por fim, todos os alunos puderam colocar questões e até fizeram sugestões para uma continuação da obra ou uma nova aventura da protagonista Alice, já que apreciaram imenso a leitura. Outro dos momentos altos foi quando a autora pôs toda a gente a cantar a «Sepultura de Gil Vicente», a partir de uma música criada numa escola em Portugal.

No final, foi tirada uma fotografia de grupo e diversos alunos pediram à autora para autografar os seus exemplares do livro. Catarina Barreira de Sousa teve também oportunidade de trocar impressões com outros leitores, sobretudo alguns pais de alunos. Por tudo o que ficou dito só podemos recomendar a leitura de Alice no país de Gil Vicente!

 

A turma de Première da SIP do Liceu Alexandre Dumas de St Cloud

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 5 Votos
6.2
X